Pular para o conteúdo principal

Aplicativo que "muda foto de gênero" já foi acusado de roubar dados de usuários

O FaceApp é investigado pelo FBI por ter uma política de privacidade que permite coletar informações do usuário e usar da forma que quiserem

Imagem meramente ilustrativa do FaceApp / Google

Famosos e anônimos bombardearam as redes sociais nesse sábado e domingo (14) com fotos em que a pessoa aparece no gênero oposto e divertiram seus seguidores durante o final de semana. A transformação é feita pelo aplicativo FaceApp que já foi acusado de roubar dados de seus milhares de usuários.

Há menos de um ano, em julho de 2019, este mesmo app estava no topo da lista dos mais baixados na Google Play Store e na App Store, oferecia ao usuário que ele deixasse o rosto mais velho ou mais jovem e virou uma verdadeira febre. Porém, a segurança com relação aos dados do aplicativo foram colocadas em xeque por conta de dois documentos vagos que não ofereciam muito respaldo aos seus usuários, dando brechas para uso abusivo das fotografias por parte da empresa.

Alguns especialistas em segurança digital avaliaram que a política de privacidade não fornece informações de como realmente os dados do usuário são utilizados pela companhia. O aplicativo admitia que poderia coletar qualquer tipo de informação que ele próprio julgar conveniente, sem especificar quais ou de que forma serão usadas.

No sábado, fotos dos ex-participantes do Big Brother Brasil 20 circularam pelas redes sociais com seus respectivos gêneros trocados e foram até compartilhados por eles próprios. Por este motivo, a transformação ficou entre os assuntos mais comentados do dia no Twitter, o Trending Topics. 

Depois, vários outros artistas apareceram mostrando o resultado de suas fotos com os gêneros mudados Maisa Silva, Angélica, Flavia Alessandra, Mumuzinho, Scheila Carvalho, Vitoria Strada, entre outros famosos, mas ainda não há indicativos que provem que o app é seguro.

O FaceApp é de origem russa, já soma mais de 100 milhões de downloads somente na Google Play Store e foi alvo de discussões sobre privacidade e ciberespionagem, inclusive sendo investigado pelo FBI. As brechas encontradas na política de privacidade continuam do mesmo jeito:

"Usamos ferramentas de estatísticas de terceiros para nos ajudar a mensurar o tráfego e as tendências de uso do Serviço. Essas ferramentas coletam informações enviadas pelo seu dispositivo ou nosso Serviço, incluindo as páginas web que você visita, add-ons e outras informações que nos ajudem a melhorar o Serviço. Coletamos e usamos estas informações estatísticas com informações estatísticas de outros usuários, assim ela não pode ser usada para identificar qualquer usuário em particular."

Isso significa que, ao concordar com isso no momento de instalação, o usuário autoriza que o FaceApp e empresas parceiras possam coletar dados como o histórico de navegação na internet.

FONTE: Marie Claire
EDIÇÃO: Eduardo Machado

Comentários

NOTÍCIAS MAIS VISITADA NA ÚLTIMA SEMANA

Ex-presidiário é executado a tiros na porta de casa na cidade de Parnaíba

A Perícia Criminal e o Instituto de Medicina Legal estiveram no local e realizaram procedimentos legais acerca do homicídio Por Eduardo Machado, In Foco. 08h38. - Última atualização: às 17h50. Residência onde aconteceu o crime. - Foto: reprodução/WhatsApp. Um homem identificado como Elias Araújo Cardoso, de 33 anos de idade, foi assassinado com vários tiros na porta de casa na noite deste domingo (18/04), no bairro Planalto Montserra The, em Parnaíba, litoral do Piauí. A vítima possuía passagens pela polícia. Elias Araújo Cardoso (vítima). - Foto: Portal do Catita. Local onde a vítima foi a óbito. - Foto: reprodução/WhatsApp. Segundo testemunhas, a vítima foi perseguida pelos suspeitos e atingida com cerca de sete disparos. O homem foi a óbito dentro da residência onde tentou escapar dos suspeitos. A Polícia Militar foi comunicada e acionou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) que constatou o óbito. A Perícia Criminal e o Instituto de Medicina Legal (IML) estiveram no loca

Jovem é assassinado a tiros ao abrir portão de casa em Parnaíba e suspeito é o ex-cunhado

Segundo informações, a vítima foi morta por engano Por Eduardo Machado, In Foco. 08h26. - Última atualização: 17/04, às 16h08. Local onde a vítima foi assassinada - Foto: reprodução/WhatsApp. Um jovem identificado como Luan Sousa Gomes, de 20 anos de idade, foi assassinado com cerca de oito tiros na noite desta sexta-feira (16), por volta das 20h45, na cidade de Parnaíba, litoral do Piauí. O crime ocorreu na Rua Anhanguera, bairro Piauí, e a vítima havia saído recentemente da prisão e era monitorado por tornozeleira eletrônica. Luan Souza Gomes (vítima). - Foto: Portal do Catita. De acordo com informações de familiares, o jovem morreu por engano. O suspeito teria chegado na residência para matar a sua ex-companheira, porém quem foi abrir o portão para ele foi o irmão da possível vítima. O acusado não viu quem era a pessoa e já foi atirando, ele achava que era sua ex-companheira. Portão da casa foi alvejado pelos tiros. - Foto: PHB Webcidade. Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel d

Suspeito de chefiar organização criminosa em Fortaleza é preso pela polícia na cidade de Parnaíba

O alvo é apontado como chefe de uma organização criminosa com atuação na comunidade Oitão Preto, em Fortaleza Por Eduardo Machado, In Foco. 19h26. Imagem meramente ilustrativa. - Foto: arquivo/In Foco. A Polícia Civil do Estado Ceará (PCCE), em continuidade às ações da Operação Guilhotina, efetuou a prisão de Samoel Rodrigues Lima Filho, de 32 anos de idade, na manhã desta sexta-feira (16), na cidade de Parnaíba (PI). O alvo é apontado como chefe de uma organização criminosa com atuação na comunidade Oitão Preto, no bairro Moura Brasil, Área Integrada de Segurança 4 (AIS 4) de Fortaleza. VEJA TAMBÉM: Chefes de grupo criminoso do Ceará são presos em Cajueiro da Praia, no Piauí. As investigações conduzidas pela Polícia Civil do Ceará indicam que o suspeito assumiu a chefia da organização criminosa no bairro da Capital, após a prisão de seu irmão, Renê Rodrigues Lima, de 34 anos de idade, em fevereiro deste ano, por equipes da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco)

Governo do Piauí publica decreto com medidas restritivas para os próximos dias

As restrições passam a valer a partir desta segunda-feira (19) até domingo (25) Por Eduardo Machado, In Foco. 18h22. Wellington Dias, governado do Piauí. - Foto: arquivo/In Foco. O Governo do Estado publicou, neste domingo (18), o decreto n° 19.582 que estabelece as medidas sanitárias de combate à Covid-19 que passam a valer a partir desta segunda-feira (19) até domingo (25). As principais mudanças são nos horários de funcionamento de shopping centers, bares e restaurantes, que agora poderão funcionar até as 22h, e no toque de recolher que passa a ser das 23h até as 5h. As medidas do novo decreto são baseadas na constatação de estabilidade na demanda por leitos clínicos e de terapia intensiva; a regressão do estado de alta para estabilidade no número de óbitos por Covid-19; bem como o esforço do estado e dos municípios na execução de medidas preventivas vinculadas ao fortalecimento do Programa Busca Ativa, das barreiras sanitárias e de outras ações de atenção primária à saúde. Confira

Governo do Piauí prorroga medidas restritivas, mas com mudanças

As alterações são nos horários de funcionamento de shopping centers, bares e restaurantes e no toque de recolher Por Eduardo Machado, In Foco. 21h34. Calçadão Comercial de Parnaíba. - Foto: Google. O Governo do Piauí prorrogou as medidas sanitárias excepcionais de combate à Covid-19 contidas no  decreto de nº 19.576 , do dia 10 de abril, com algumas alterações, que terão validade no período de 19 a 25 de abril. As principais mudanças são nos horários de funcionamento de shopping centers, bares e restaurantes, que agora poderão funcionar até as 22h, e no toque de recolher que passa a ser das 23h até as 5h. A decisão pela prorrogação das medidas, com as alterações em relação aos horários, levou em consideração a constatação de estabilidade na demanda por leitos clínicos e de terapia intensiva; a regressão do estado de alta para estabilidade no número de óbitos por Covid-19; bem como o esforço do estado e dos municípios na execução de medidas preventivas vinculadas ao fortalecimento do Pr