Pular para o conteúdo principal

Brasil anuncia acordo para produção de vacina contra Covid-19

Acordo prevê transferência de tecnologia ao País e a produção nacional das vacinas

Coletiva de Imprensa com representantes do Ministério da Saúde - Foto: Carolina Antunesl/PR
O Ministério da Saúde anunciou o avanço no acordo de cooperação Brasil - Reino Unido para a produção de vacinas contra a Covid-19 e a transferência de tecnologia para o País. A informação foi dada durante coletiva de imprensa, neste sábado (27), no Palácio do Planalto. 

De acordo com o secretário-executivo da Saúde, Elcio Franco, o Governo Federal enviou resposta à embaixada Britânica e ao presidente do laboratório AstraZeneca aceitando a proposta de acordo de cooperação no desenvolvimento tecnológico e acesso do Brasil à vacina para Covid-19. Pelo acordo, estão previstas a compra de lotes da vacina e a transferência de tecnologia. 

Elcio ressaltou que o desenvolvimento da chamada vacina de Oxford está em estado avançado e se mostra uma das mais promissoras do mundo. "Isso coloca o Brasil numa situação de liderança mundial contra essa pandemia", afirmou.

Ele explicou também que a transferência de tecnologia vai além do reconhecimento mundial brasileiro, pois possibilita a autonomia do País na produção. "Com a transferência da tecnologia teremos autonomia na produção". 

Segundo o Ministério da Saúde, a previsão é de que as primeiras doses sejam disponibilizadas em dezembro deste ano e janeiro de 2021. A pasta explicou que, por essa razão, o acordo é dividido em duas fases. O ministério assumiu o risco da compra dessas primeiras doses (30 milhões de doses) mesmo sem demonstrada a eficácia. "O risco é necessário por conta do momento que vivemos e da urgência que temos da retomada de crescimento do País e de segurança pública". 

Assim, a segunda fase do acordo prevê a encomenda de mais lotes (70 milhões de doses), no entanto isso vai depender da comprovação da eficácia e segurança da vacina para a população brasileira. Momento em que será disponibilizado para todo o País, priorizando os grupos de risco - idosos e pessoas com comorbidades de saúde, como problemas no coração, diabetes e outras doenças. 

A vacina é desenvolvida pela Universidade de Oxford e pela AstraZeneca, sendo uma das mais promissoras no mundo. No Brasil, a tecnologia será desenvolvida pela Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz), fundação do Ministério da Saúde.

O acordo

O acordo, quando celebrado, prevê a transferência de tecnologia de formulação, o envase e o controle de qualidade. Será utilizada a previsão legal de encomenda tecnológica prevista na lei nº 10.973, de 2004, e amparada na lei de licitações, a 8.666, de 1993. O acordo tem duas etapas. Começa com uma encomenda em que o Brasil assume também os riscos da pesquisa. Ou seja, será paga pela tecnologia mesmo não tendo os resultados dos ensaios clínicos finais.

Em uma segunda fase, caso a vacina se mostre eficaz e segura, será ampliada a compra. Nessa fase inicial, de risco assumido, serão 30,4 milhões de doses da vacina, no valor total de US$ 127 milhões, incluídos os custos de transferência da tecnologia e do processo produtivo da Fiocruz, estimados em US$ 30 milhões. Os dois lotes a serem disponibilizados à Fiocruz, de 15,2 milhões de doses cada, deverão ser entregues em dezembro de 2020 e janeiro de 2021.

O Governo Federal considera que esse risco de pesquisa e produção é necessário devido a urgência pela busca de uma solução efetiva para manutenção da saúde pública e segurança para a retomada do crescimento brasileiro. Se a vacina for segura e eficaz e tiver o registro no Brasil, serão mais 70 milhões de doses, no valor estimado em US$ 2,30 por dose.

Com o acordo que será firmado, o Brasil se coloca na liderança do desenvolvimento da vacina contra o coronavírus. A iniciativa, assim, não apenas garante que o produto esteja à disposição, mas dará autonomia brasileira na produção.

FONTE: Governo do Brasil
EDIÇÃO: Eduardo Machado




Comentários

NOTÍCIAS MAIS VISITADA NA ÚLTIMA SEMANA

Chefes de grupo criminoso do Ceará são presos em Cajueiro da Praia, no Piauí

Os acusados respondem por homicídios, roubos, furtos e crimes contra a administração pública Por Eduardo Machado, In Foco. 20h33. Uma ação integrada da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), realizada nas primeiras horas da manhã deste sábado (10), resultou na captura de dois homens apontados como chefes de um grupo criminoso atuante na cidade de Forquilha, na Área Integrada de Segurança 14 (AIS 14) do Ceará. Para prender os suspeitos, os policiais civis percorreram pouco mais de 225 quilômetros até chegar à cidade de Cajueiro da Praia, já no Piauí. Com o avanço das investigações da Polícia cearense, os homens fugiram para lá, de onde continuavam dando ordens ao grupo que ficou em Forquilha. Um comparsa da dupla também foi preso, além de armas e drogas apreendidas. O brasiliense Helder dos Santos Frota, de 30 anos de idade, que já responde por tentativa de homicídio, roubo, furto e crime contra a administração pública, é apontado como principal chefe do coletivo criminoso originário

Faca é apreendida e 3 homens são presos após assalto em Parnaíba

A ação criminosa ocorreu no Quadrilhódromo, no bairro Nossa Senhora de Fátima Por Eduardo Machado, In Foco. 11h48. Faca apreendida. Por volta das 22h45 deste sábado (10), Policiais Militares da Rondas Ostensivas Com Apoio de Motocicletas (ROCAM) apreenderam uma faca e uma bicicleta na região da Avenida Cel. Lucas, no bairro Nova Parnaíba, em Parnaíba, litoral do Piauí. Três indivíduos foram conduzidos à delegacia acusados de praticarem um assalto na região do Quadrilhódromo, no bairro Nossa Senhora de Fátima. Segundo informações da ROCAM, a equipe de serviço durante motopatrulhamento tático foi abordada por uma pessoa - que não teve sua identidade revelada, informando que sua bicicleta havia sido roubada por 3 indivíduos, com uso de uma arma branca, na região do Quadrilhódromo. A vítima informou que tinha visto os suspeitos juntamente com a bicicleta na Avenida Coronel Lucas, no bairro Nova Parnaíba. Bicicleta recuperada. - Fotos: ROCAM. Imediatamente, os PM's se deslocaram com o o

Homem é assassinado em bar da praia Pedra do Sal em Parnaíba, no Piauí

A Polícia Militar de Parnaíba foi acionada e fez o isolamento da área para os primeiros trabalhos da Perícia Criminal Por Eduardo Machado, In Foco. / Colaboração: Victor Melo, Portal Meio Norte. 17h01. - Última atualização: às 17h43. Homem é assassinado em bar da praia Pedra do Sal em Parnaíba, no Piauí. - Foto: reprodução/Whatsapp. Um homem identificado como Nathan Sampaio Lira, de 32 anos de idade, foi executado por volta das 14h desta terça-feira (13), com cerca de 5 (cinco) disparos de arma de fogo cal. .40 em um bar localizado na praia Pedra do Sal, na cidade de Parnaíba, no litoral do Piauí. A vítima fazia uso de tornozeleira eletrônica. Nathan Sampaio Lira (vítima). - Foto: reprodução/rede social. Segundo informações, a vítima estaria deitada em uma rede do estabelecimento quando foi surpreendida por quatro homens armados em duas motocicletas e alvejado com diversos disparos. Populares ainda acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), mas a vítima morreu ainda n

Motorista sai ileso após carro que dirigia pegar fogo em avenida de Parnaíba

  A suspeita é que uma pane elétrica tenha provocado o fogo Por Eduardo Machado, In Foco. / Colaboração: Moisés Neves. 20h26. Um motorista identificado como Francisco das Chagas saiu ileso após o carro que dirigia pegar fogo por volta das 9h desta quarta-feira (14), na Avenida Batista Silva, no bairro Bebedouro, em Parnaíba, no litoral do Piauí. O veículo ficou totalmente destruído. Segundo informações, o condutor e proprietário do veículo modelo Towner seguia do bairro Igaraçu com o intuito de fazer uma negociação para o veículo com um possível comprador para o carro. Chegando próximo a Lagoa do Bebedouro, ele percebeu o fogo já atingindo parte de seu corpo. Foi então que ele teve a atitude de sair do automóvel e decidiu jogá-lo para uma área de córrego às margens da avenida com o intuito de debelar as chamas e não provocar acidentes na via, e atingir transeuntes. Mesmo com a atitude do motorista, o veículo ficou totalmente destruído. Uma patrulha da Polícia Militar esteve presente pa

Polícia explica a participação de suspeitos na morte de empresário em Parnaíba

Janes Castro Cavalcante foi morto a tiros em setembro de 2020. Seis pessoas foram presas e mandados de busca e apreensão foram cumpridos no Piauí, Pernambuco e Alagoas Por Eduardo Machado, In Foco. / Colaboração: Tiago Mendes e Andrê Nascimento, G1 PI. 18h23. Janes Castro foi assinado dentro de seu próprio carro, em via pública. - Foto: Portal do Catita. A Polícia Civil iniciou nesta quarta-feira (14) a Operação Sicário, para prender suspeitos do assassinato do empresário Janes Castro Cavalcante, morto a tiros em setembro de 2020, em Parnaíba, no litoral do Piauí. Até as 8h de quarta, seis dos oito alvos dos policiais haviam sido presos. MATÉRIAS RELACIONADAS: Polícia Civil deflagra Operação Sicário para prender homicidas de empresário de Parnaíba. Empresário é executado a tiros dentro de carro na cidade de Parnaíba. De acordo com a Polícia Civil, a operação Sicário busca cumprir oito mandados de prisão e 11 de busca e apreensão em endereços em Parnaíba e Luís Correia, no Piauí, nas ci