Pular para o conteúdo principal

Brasil anuncia acordo para produção de vacina contra Covid-19

Acordo prevê transferência de tecnologia ao País e a produção nacional das vacinas

Coletiva de Imprensa com representantes do Ministério da Saúde - Foto: Carolina Antunesl/PR
O Ministério da Saúde anunciou o avanço no acordo de cooperação Brasil - Reino Unido para a produção de vacinas contra a Covid-19 e a transferência de tecnologia para o País. A informação foi dada durante coletiva de imprensa, neste sábado (27), no Palácio do Planalto. 

De acordo com o secretário-executivo da Saúde, Elcio Franco, o Governo Federal enviou resposta à embaixada Britânica e ao presidente do laboratório AstraZeneca aceitando a proposta de acordo de cooperação no desenvolvimento tecnológico e acesso do Brasil à vacina para Covid-19. Pelo acordo, estão previstas a compra de lotes da vacina e a transferência de tecnologia. 

Elcio ressaltou que o desenvolvimento da chamada vacina de Oxford está em estado avançado e se mostra uma das mais promissoras do mundo. "Isso coloca o Brasil numa situação de liderança mundial contra essa pandemia", afirmou.

Ele explicou também que a transferência de tecnologia vai além do reconhecimento mundial brasileiro, pois possibilita a autonomia do País na produção. "Com a transferência da tecnologia teremos autonomia na produção". 

Segundo o Ministério da Saúde, a previsão é de que as primeiras doses sejam disponibilizadas em dezembro deste ano e janeiro de 2021. A pasta explicou que, por essa razão, o acordo é dividido em duas fases. O ministério assumiu o risco da compra dessas primeiras doses (30 milhões de doses) mesmo sem demonstrada a eficácia. "O risco é necessário por conta do momento que vivemos e da urgência que temos da retomada de crescimento do País e de segurança pública". 

Assim, a segunda fase do acordo prevê a encomenda de mais lotes (70 milhões de doses), no entanto isso vai depender da comprovação da eficácia e segurança da vacina para a população brasileira. Momento em que será disponibilizado para todo o País, priorizando os grupos de risco - idosos e pessoas com comorbidades de saúde, como problemas no coração, diabetes e outras doenças. 

A vacina é desenvolvida pela Universidade de Oxford e pela AstraZeneca, sendo uma das mais promissoras no mundo. No Brasil, a tecnologia será desenvolvida pela Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz), fundação do Ministério da Saúde.

O acordo

O acordo, quando celebrado, prevê a transferência de tecnologia de formulação, o envase e o controle de qualidade. Será utilizada a previsão legal de encomenda tecnológica prevista na lei nº 10.973, de 2004, e amparada na lei de licitações, a 8.666, de 1993. O acordo tem duas etapas. Começa com uma encomenda em que o Brasil assume também os riscos da pesquisa. Ou seja, será paga pela tecnologia mesmo não tendo os resultados dos ensaios clínicos finais.

Em uma segunda fase, caso a vacina se mostre eficaz e segura, será ampliada a compra. Nessa fase inicial, de risco assumido, serão 30,4 milhões de doses da vacina, no valor total de US$ 127 milhões, incluídos os custos de transferência da tecnologia e do processo produtivo da Fiocruz, estimados em US$ 30 milhões. Os dois lotes a serem disponibilizados à Fiocruz, de 15,2 milhões de doses cada, deverão ser entregues em dezembro de 2020 e janeiro de 2021.

O Governo Federal considera que esse risco de pesquisa e produção é necessário devido a urgência pela busca de uma solução efetiva para manutenção da saúde pública e segurança para a retomada do crescimento brasileiro. Se a vacina for segura e eficaz e tiver o registro no Brasil, serão mais 70 milhões de doses, no valor estimado em US$ 2,30 por dose.

Com o acordo que será firmado, o Brasil se coloca na liderança do desenvolvimento da vacina contra o coronavírus. A iniciativa, assim, não apenas garante que o produto esteja à disposição, mas dará autonomia brasileira na produção.

FONTE: Governo do Brasil
EDIÇÃO: Eduardo Machado




Comentários

Postagens mais visitadas deste site.

Acidente deixa duas pessoas feridas em cruzamento perigoso de Parnaíba

Houve registro apenas de danos materiais, e os acidentados foram atendidos pela equipe do Corpo de Bombeiros Um acidente aconteceu por volta das 7h50 desta segunda-feira (23/11), horário de muito movimento no cruzamento das ruas Santana e Ricardo Rodrigues Coimbra, no bairro Piauí, em Parnaíba. Não houve o registro de óbitos, apenas danos materiais, e vítimas lesionadas. O fato aconteceu envolvendo um automóvel marca/modelo Toyota Etios de cor vermelha - com registro apenas de danos materiais, e uma motocicleta conduzida por um mototaxista, e tendo como garupa, um Bombeiro Militar, que com o impacto ambos caíram ao solo, provocando lesões nas vítimas. Houve uma grande aglomeração de curiosos no local, e os acidentados foram socorridos pela equipe do Corpo de Bombeiros e encaminhados para uma unidade de saúde. Posteriormente, equipe do policiamento de trânsito realizaria os procedimentos cabíveis de uma perícia.  Fotos: Renato Carlos.  MATÉRIA EM ATUALIZAÇÃO! Da Redação. Colaboração: Re

Polícia Civil realiza prisões durante operação em Parnaíba

Na oportunidade os policiais cumpriram três mandados de busca e apreensão domiciliar e conseguiram efetuar a prisão de duas pessoas suspeitas de homicídio Foto: G1 Piauí. A Polícia Civil do Piauí deflagrou nas primeiras horas desta sexta-feira (20/11), operação para dar cumprimento a mandados de busca e apreensão e realizar prisões de pessoas envolvidas com homicídios e tráfico de drogas na cidade de Parnaíba. Na oportunidade os policiais cumpriram três mandados de busca e apreensão domiciliar e conseguiram efetuar a prisão de duas pessoas suspeitas de homicídio. Um dos presos foi identificado pelas iniciais de I. G da S. F e é suspeito de ter matado a tiros a vítima David dos Santos, fato ocorrido em 15/09/2020 em Parnaíba. O outro preso foi identificado como sendo a pessoa de iniciais D. R. S. M. A prisão ocorreu em Teresina por policiais civis da Gerência de Polícia do Interior – GPI. Ele é suspeito de ter praticado um homicídio que vitimou Antonio Kécio Nunes dos Santos, o qual foi

Detentos da Penitenciária de Parnaíba realizaram limpeza da área externa da unidade penal

Essa é uma oportunidade que a unidade dá para que eles possam ser reintegrados à sociedade Detentos da Penitenciária Mista Juiz Nonon de Moura Fontes Ibiapina, em Parnaíba, realizaram a limpeza do perímetro externo da unidade penal. Cerca de 20 internos fizeram o trabalho, na última semana. É uma ação que vem dando certo, com iniciativa da Secretaria de Justiça do Piauí, que vem utilizando a mão de obra dos detentos, ocupando o tempo deles com trabalho e reduzindo os gastos para a manutenção do presídio. Fotos: Reprodução rede social. O trabalho foi realizado sob a vigilância da gerência da unidade prisional e dos policiais penais. Os custodiados capinaram a área de acesso à Penitenciária.  Edição: Eduardo Machado.

Homem é encontrado morto com perfuração no peito em via pública de Parnaíba

O Instituo de Medicina Lega (IML) foi acionado para fazer a remoção do corpo; até o momento ninguém foi preso O corpo de um homem identificado como Marcos Jones Nazário da Silva foi encontrado na manhã deste sábado (21/11), na Rua João Romão, bairro Reis Veloso, em Parnaíba, no Norte do Piauí. A vítima foi encontrada morta por volta de 5h, por moradores da região. Segundo informações, o corpo possuía uma perfuração de faca, na altura do abdômen. A vítima é um ex-presidiário beneficiado pelo regime semiaberto.  Marcos Jones Nazário da Silva (vítima). - Foto: Portal do Catita. Fotos: Reprodução WhatsApp. O corpo foi removido pelo Instituto de Medicina Legal (IML) de Parnaíba. A Polícia Civil irá investigar o caso. Até o momento, ninguém foi preso. Edição: Eduardo Machado

Corpo é encontrado em uma calçada no Centro de Parnaíba

Segundo informações, o homem que foi encontrado morto era andarilho Foto: Reprodução WhatsApp. Por volta das 6h30 desta sexta-feira, 20 de novembro, a Patrulha Módulo I da Polícia Militar composta pelo Sgt. R. Marques, Cb. Tácio e Sd. L. Soares foi acionada para atender uma ocorrência de que havia sido localizado um corpo em uma calçada situada na Avenida Presidente Getúlio Vargas, em frente ao prédio da União Caixeiral no centro da cidade de Parnaíba. O corpo é de um homem identificado como Carlos André Pinto, de 36 anos de idade, procedente do bairro Monte Castelo em Teresina. Segundo informações, o homem vivia como morador de rua em Parnaíba.  O Samu foi acionado e constatou o óbito. Há indícios de que ele tenha sido vítima de morte natural.  Fotos: Portal do Catita. A patrulha acionou o (Instituto de Medicina Legal) IML e teve a resposta de que o veículo tumba estaria em Piracuruca atendendo a uma ocorrência. Posteriormente o corpo foi removido do local, para os procedimentos cabív