Pular para o conteúdo principal

Governo do Piauí anuncia cronograma de retomada para atividades e isolamento segue até setembro

Um novo decreto estabelece a flexibilização das medidas de isolamento e de restrição das atividades e reforça que todo o processo se dará de forma gradual e segmentada.

Wellington Dias, governador do Piauí. - Foto: Governo do Piauí
O governador Wellington Dias publicou, nessa terça-feira (7), um decreto com o cronograma detalhado para a retomada de todas as atividades econômicas no estado. A publicação estabelece a flexibilização das medidas de isolamento e de restrição das atividades e reforça que todo o processo se dará de forma gradual e segmentada. No decreto, fica também registrado que, em caso de crescimento da transmissibilidade da doença ou aumento da taxa de ocupação de leitos de UTI, o governo poderá rever a flexibilização e adotar medidas mais rigorosas.

“Estamos apresentando um cronograma de várias etapas para a retomada de todas as atividades econômicas no estado, mas isso não significa que a pandemia e o isolamento acabaram. Na verdade, agora temos que ter mais cuidado e prudência para não jogar todo o trabalho que foi feito até agora por água abaixo. É de extrema importância que a população colabore para que não sejamos obrigados a dar um passo atrás. A segurança dessa retomada depende da atitude de cada um. Ninguém deve sair de casa se não for necessário. O isolamento continua”, alertou Wellington.

No cronograma, o fluxo de flexibilização considera três classificações conforme o impacto econômico e dependerá do risco epidemiológico avaliado por regiões assistenciais de saúde. Ressalta-se que, em caso de crescimento da transmissibilidade da doença ou aumento da taxa de ocupação de leitos de UTI, poderá ocorrer a regressão da flexibilização para níveis mais rigorosos, nos quais sejam permitidas apenas as atividades essenciais.

“Cada ponto desse fluxo de flexibilização será analisado semanalmente para que qualquer sinal de piora no cenário, possamos agir rapidamente”, explicou o secretário de Estado do Planejamento, Antônio Neto.

Cronograma

Retomada das atividades divididas de forma organizada:

Grupo I – flexibilizados em 4 momentos (06/07 – 13/07 – 20/07 – 27/07)
Grupo II – flexibilização em 2 momentos (10/08 – 24/08)
Grupo III – flexibilização em 2 momentos (08/09 – 22/09)

– No grupo I, estão alocadas as atividades consideradas de alto impacto e suas atividades correlatas: indústria de transformação e extrativa, construção civil, comércio, agricultura, pecuária e produção florestal. Foram acrescidas as atividades de saúde humana e animal dada sua relevância para a sociedade.

– No grupo II, as atividades de médio impacto econômico, como: administração pública, defesa e seguridade social, atividades administrativas e serviços complementares, informação e comunicação, atividades de serviços pessoais, alojamento e outras atividades de serviço.

– No grupo III, por sua vez, contempla as atividades econômicas de baixo impacto tais como: artes, cultura, esporte e recreação, serviços domésticos. As atividades de educação foram acrescidas ao grupo III pois propiciam à propagação da doença.

Cada nova liberação ocorrerá a cada 15 dias até setembro, com a última etapa. “Isso tudo se cumprirá se tivermos cada um cumprindo a sua parte. Permanecem as regras de isolamento, a saída é gradativa e o prêmio a cada semana depende do que acontecer. Se tiver baixa do isolamento, crescer os doentes e a transmissibilidade, teremos que voltar atrás”, afirmou o governador.

Condições

Para o sucesso do pacto, é extremamente importante a consciência do empresariado no envio do Plano de Segurança Sanitária e Contenção da Covid-19, das evidências do cumprimento do plano e o preenchimento do formulário sobre saúde dos trabalhadores no sistema do Pro Piauí (http://propiaui.pi.gov.br).

O envio do plano e das suas evidências e a alimentação contínua do sistema com as informações das condições de saúde dos trabalhadores, são pré-requisitos para as garantias de segurança sanitária proposta, possibilitando uma retomada econômica pautada na contenção da disseminação do novo coronavírus.

O plano aprovado pelo COE, prevê o monitoramento epidemiológico e sanitário, realizado a cada semana; retomada gradual seguindo os critérios de segurança por cadeia produtiva e controle do fluxo de pessoas em locais públicos, ou de grande movimentação.

O calendário fica sujeito à revisão e reordenamento em caso de crescimento do nível de contágio no estado, de acordo com os dados dos boletins epidemiológicos da Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi). O relatório de monitoramento será feito a cada sete dias, tendo como principal fonte as evidências e registros de funcionários.

O calendário de flexibilização poderá se dar de forma regionalizada, adaptando-se à realidade de cada território.

O cronograma foi apresentado e aprovado em conjunto pelo Comitê de Operações de Emergência (COE) que, de forma ampliada, contou com a participação de membros do Ministério Público, Tribunal de Justiça, Tribunal de Contas do Estado, Assembleia Legislativa, OAB, PRF, Ministério Público do Trabalho, APPM, Prefeitura de Teresina, dirigentes lojistas, autoridades em saúde, a vice-governadora, Regina Sousa, parte do secretariado, entre outros órgãos públicos e privados.

Confira aqui a apresentação do cronograma de retomada das atividades dividida de forma organizada.

Fonte: Governo do Piauí
Edição: Eduardo Machado

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Casa Freitas anuncia loja em Parnaíba e já está recebendo currículo

A Casa Freitas se juntará a outros grandes empreendimentos que chegaram recentemente na cidade Imagem meramente ilustrativa. - O Povo. A Casa Freitas, uma loja de departamentos que oferece a mais completa variedade de produtos para os seus clientes anuncia sua instalação em Parnaíba. O município mesmo em meio a uma pandemia, segue mostrando sua força no norte do Piauí e numa região que abrande vários municípios do Maranhão e Ceará. Fundada em 1959, a empresa abrirá uma filial na cidade, contribuindo para mais geração de emprego e renda. Anuncio nas redes sociais oficiais da Casa Freitas. - Imagem: perfil oficial no Facebook. A empresa que conta com cerca de 20 lojas distribuídas em três estados nordestinos e um nortista oferece mais de 50 mil itens em utilidades para o lar, decoração e brinquedos. A proximidade aos consumidores, lojas amplas e climatizadas e a facilidade de pagamento são fatores que impactam na permanência da Casa Freitas como representante do segmento. A Casa Freitas

Noroeste anuncia sua 1ª loja na cidade de Parnaíba

A inauguração está prevista para o mês de abril Por Eduardo Machado, In Foco. 16h24. - Última atualização: às 16h49. Inauguração da Loja Noroeste, em Açailandia-MA. - Foto tirada em dezembro de 2020: Google. Reconhecida como referência no ramo da moda, o Grupo Noroeste anuncia sua 1ª loja na cidade de Parnaíba, litoral do Piauí. O município mesmo em meio a uma pandemia, segue mostrando sua força no norte do Piauí e numa região que abrange vários municípios do Maranhão e Ceará. Continua depois da publicidade. A história do Grupo Noroeste começou em 10 de outubro de 1994, data da inauguração da primeira Loja Noroeste na cidade de Teresina, capital do Piauí. Sempre atualizada, a Noroeste expandiu-se, e hoje a rede já conta com 25 lojas distribuídas no Piauí, Maranhão e Tocantins, duas fábricas têxteis e quase dois mil funcionários. O atendimento é de excelência e as lojas são padronizadas, modernas e confortáveis buscando assim valorizar a comodidade do consumidor, e a sua satisfação. Rec

Assaltante leva dinheiro de padaria em Parnaíba; veja vídeos

Homem ainda não identificado, levou dinheiro que estava no caixa da padaria na tarde deste sábado (16) Assaltante leva dinheiro de padaria em Parnaíba. - Foto: Reprodução WhatsApp. Um homem foi flagrado pelas câmeras de segurança da Padaria Pão da Vida ao assaltar o estabelecimento que fica situado próximo ao Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (HEDA), na Rua Ricardo Rodrigues Coimbra, no bairro Dirceu Arcoverde, em Parnaíba, litoral do Piauí. O criminoso levou o dinheiro - valor subtraído não mencionado, e ameaçou a funcionária com uma suposta arma de fogo. O assalto aconteceu por volta das 14h deste sábado, 16 de janeiro. Nas imagens é possível ver o assaltante se passando por cliente e solicitando à funcionária um produto que estava na vitrine. A vítima atende a solicitação do homem e quando se dirige ao caixa, ela é abordada pelo indivíduo portando uma suposta arma de fogo, e logo em seguida solicita que ela entregue o dinheiro do caixa. Veja: . Vídeos: Reprodução/WhatsApp. Segundo