MPPI solicita reforma das instalações elétricas do Hospital Estadual Dirceu Arcoverde, em Parnaíba

No último dia 14, ocorreu um princípio de incêndio na UTI do HEDA, que abriga os leitos para tratamento dos pacientes com o novo coronavírus.

Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (HEDA).
Foto: Google
O Grupo Regional de Promotorias Integradas no Acompanhamento da Covid–19 – Região Parnaíba enviou nessa quinta-feira, 16 de julho, um ofício ao secretário estadual de Saúde, Florentino Neto, solicitando a adoção de providências urgentes para a reforma de toda a parte elétrica do Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (HEDA), unidade de saúde referência na planície litorânea no tratamento do novo coronavírus. O documento é assinado pelo promotor de Justiça Antenor Filgueiras, coordenador do Grupo Regional de Parnaíba.

No último dia 14, ocorreu um princípio de incêndio na Unidade de Terapia Intensiva do HEDA, que abriga os leitos para tratamento dos pacientes com o novo coronavírus.

O membro do Ministério Público do Piauí estabelece o prazo de 10 dias para que o gestor encaminhe informações sobre as providências adotadas para cumprir a orientação dada pela instituição.

O ofício faz parte do procedimento administrativo instaurado pelo Grupo Regional de Parnaíba para acompanhar a abertura de leitos hospitalares para atender a demanda decorrente da Covid-19 no HEDA.

Fonte: Ministério Público do Estado do Piauí (MPPI)
Edição: Eduardo Machado

Comentários