Pular para o conteúdo principal

Nunes Marques determina permanência de Adélio Bispo na Penitenciária Federal de Campo Grande (MS)

Segundo o ministro Nunes Marques, se não houver hospital de custódia e tratamento psiquiátrico ou não houver vaga, a internação será cumprida em outro estabelecimento adequado

Adélio Bispo. - Foto: Google.
O ministro Nunes Marques, do Supremo Tribunal Federal (STF), considerou incabível o Habeas Corpus (HC) 194289, em que a defesa de Adélio Bispo requeria sua transferência do Sistema Penitenciário Federal para hospital de custódia e tratamento psiquiátrico ou outro estabelecimento adequado situado no Estado de Minas Gerais. Autor do atentado contra Jair Bolsonaro ocorrido em Juiz de Fora (MG), durante a campanha eleitoral de 2018 para Presidência da República, Adélio teve reconhecida sua inimputabilidade penal por insanidade mental e foi submetido à medida de segurança de internação, por tempo indeterminado.

Exigências legais

No habeas corpus, a defesa questiona decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) que, em resolução de Conflito de Competência, determinou a permanência de Adélio na Penitenciária Federal de Campo Grande. Segundo o STJ, o local cumpre as exigências legais para o caso, pois conta com Unidade Básica de Saúde e com atendimento médico psiquiátrico.

Instrumento adequado

Ao negar o pedido, o ministro Nunes Marques explicou que, de acordo com entendimento do Supremo, não cabe habeas corpus contra decisão proferida no âmbito de conflito de competência, pois a fixação da competência, por si só, não tem potencial para restringir diretamente a liberdade de locomoção física. O cabimento de HC é restrito às hipóteses em que o indivíduo sofra lesão ou ameaça de sofrer violência ou coação em sua liberdade de locomoção, e o mandado de segurança é o instrumento adequado para proteger direito líquido e certo que não seja relativo à liberdade ambulatorial do indivíduo.

Internação

O ministro rejeitou o argumento da defesa de que a decisão contraria o artigo 96, inciso I, do Código Penal, que determina que, em regra, a internação deve ser cumprida em hospital de custódia e tratamento psiquiátrico. Contudo, Nunes Marques observou que, se não houver esse tipo de local ou se não houver vaga, a medida poderá ser cumprida em outro estabelecimento adequado. No caso dos autos, o STJ ressaltou que o único estabelecimento adequado para o cumprimento da medida de segurança em Minas Gerais não tem vagas e conta com uma fila de espera de 427 pacientes.

Ainda de acordo com o relator, segundo informações do sistema penitenciário, Adélio recebe, atualmente, tratamento em conformidade com a lei. Por fim, apontou que, para acolher as teses sustentadas, seria indispensável o reexame do todo conjunto fático-probatório, inviável em habeas corpus.

Comentários

Postagens mais visitadas deste site.

Homem morre após ser esfaqueado por vizinho durante briga, em Ilha Grande

A motivação do homicídio teria sido uma briga pessoal durante uma bebedeira. Porém, não há detalhes sobre o caso no momento Um homem de 54 anos de idade, identificado pela iniciais de su nome R.O.C., morreu após ser esfaqueado por um vizinho no início da noite de domingo (10), na Rua São Paulo, na cidade de Ilha Grande, litoral do Piauí. A vítima foi atingida com golpes na região da testa e do abdômen.  A motivação do homicídio teria sido uma briga pessoal durante uma bebedeira. Porém, não há detalhes sobre o caso no momento. Um homem identificado pelas iniciais de seu nome V.S.R, vulgo ‘Fanan’, teria desferido pelo menos duas facadas contra a vítima. Fotos: Reprodução/WhatsApp. A vítima ainda foi socorrida em uma ambulância, porém, não resistiu aos ferimentos e morreu a caminho do Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (HEDA), em Parnaíba. O suspeito foi amarrado pelos moradores até a chegada da Polícia Militar. Após ser preso, ele foi conduzido para a Central de Flagrantes, em Parnaíba,

Acusado de matar desafeto em bebedeira já cometeu outro crime na cidade de Ilha Grande, Piauí

Contra ele já havia um mandado de prisão por homicídio qualificado por motivação fútil Valdemir de Sousa Rocha (acusado). - Foto: Portal do Catita. Policiais Militares da Força Tática de Parnaíba prenderam em flagrante delito por volta das 19hs deste domingo (10), o lavrador identificado como Valdemir de Sousa Rocha, de 58 anos de idade, residente na Rua São Paulo, nº 447, em Ilha Grande, litoral do Piauí.  Ele foi preso acusado de ter matado seu desafeto Renato de Oliveira Cardoso, de 52 anos de idade, com violentos golpes de faca, atingindo a região torácica da vítima, e cabeça.  MATÉRIA RELACIONADA. Homem morre após ser esfaqueado por vizinho durante briga, em Ilha Grande. Uma das facas foi usada pelo acusado para matar a vítima. - Foto: Portal do Catita. O acusado contou que estava bebendo cachaça serrana e que Renato provocou-lhe o chamando de 'fuleragem'. Ele revidou proferindo palavrões, daí começou a confusão já próximo de sua residência, localizada na Rua São Paulo, em

Polícia Federal cumpre 18 mandados contra a Secretaria de Saúde do Piauí

A investigação apura fraudes em processos de dispensa de licitação com recursos destinados ao combate do novo coronavírus, que totalizam R$ 33.725.000,00 A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta terça-feira (12), a fase ostensiva da investigação denominada "Operação Campanile" e está dando cumprimento a 18 mandados de busca e apreensão em Teresina e mais quatro cidades em endereços ligados a Secretaria de Estado da Saúde do Piauí (Sesapi). A investigação apura fraudes em processos de dispensa de licitação com recursos destinados ao combate do novo coronavírus. Fotos: Reprodução/WhatsApp. De acordo com a Polícia Federal, desde a decretação do estado de calamidade em razão da pandemia da C ovid-19 , foram firmados diversos contratos mediante dispensa de licitação entre a Sesapi e três fornecedoras de equipamentos hospitalares, medicamentos, insumos e estruturas modulares para instalação de hospitais temporários, custeados com recursos do Fundo Nacional de Saúde e Ministério

Em Luís Correia, homem morre após perder controle da motocicleta e bater a cabeça no chão

O Instituto de Medicina Legal removeu o corpo para a cidade de Parnaíba Um homem identificado como José Garcia da Costa morreu na tarde deste domingo, 10 de janeiro, após se envolver em um grave acidente no Povoado Baixa das Pedras, zona rural do município de Luís Correia, litoral do Piauí. De acordo com informações, o motociclista perdeu o controle da moto e bateu a cabeça ao cair no chão. Segundo testemunhas, a vítima estava em alta velocidade e não conseguiu fazer a curva e acabou perdendo o controle da motocicleta marca/modelo Honda/Pop 110, de cor preta. Não há indícios de que o homem tinha ingerido bebida alcoólica. Fotos: Reprodução/WhatsApp. A Polícia Civil realizou a perícia no local do acidente e o Instituo de Medicina Legal (IML) removeu o corpo para a cidade de Parnaíba . Com informações: Piauí em Dia e Lourrany Meneses/GP1 Edição In Foco: Eduardo Machado.

Abastecimento de água será reduzido em Luís Correia e alguns bairros de Parnaíba nessa terça (19)

A Agespisa fará uma interligação de rede e será necessário reduzir o abastecimento de água Imagem meramente ilustrativa. - Foto: Google. Com o objetivo de melhorar o fornecimento de água no bairro São Vicente de Paula e entorno, em Parnaíba, a Águas e Esgotos do Piauí S/A (Agespisa) vai fazer nessa terça-feira (19), uma interligação de rede de 500 mm para abastecer um sistema de reservação da área do bairro. Por conta do serviço, será necessário reduzir o abastecimento de água em 50%, o que vai atingir os bairro de Parnaíba localizados em áreas altas e a cidade de Luís Correia. O trabalho está programado para ser realizado das 7h às 16h e a regularização se dará de forma gradativa após a conclusão do serviço.