'Barbie' é presa suspeita de envolvimento com prostituição de adolescente em Parnaíba

A suspeita é proprietária de uma casa de prostituição onde ocorria aliciamento de menores

EDUARDO MACHADO
PARNAÍBA-PIAUÍ
19h32. - Atualizada às 19h47.

Uma mulher identificada como Samara Nascimento Nóbrega, de 34 anos, mais conhecida como 'Barbie', foi presa na tarde desta quarta-feira (07), na cidade de Parnaíba, suspeita de aliciamento de menores em uma casa de prostituição a qual é proprietária. A adolescente, vítima do aliciamento, tem entre 16 e 17 anos.
'Barbie' é presa suspeita de envolvimento com prostituição de adolescente.
Foto: Reprodução/WhatsApp.
De acordo com o delegado regional de Parnaíba, Willams Pinheiro, a Polícia Civil do Pará entrou em contato com as forças policiais do litoral piauiense informando que haveria indícios de tráfico de menores do estado para Parnaíba.

“Trata-se de uma investigação de uma casa de prostituição, onde estava ocorrendo prostituição de adolescentes. Esse fato chegou ao nosso conhecimento através de uma investigação da Polícia Civil do Pará, que entrou em contato conosco e informou que possivelmente haveria um tráfico de menores aqui na cidade. Uma menor que residia no estado do Pará estaria supostamente em uma casa aqui sendo mantida em cárcere privado”, afirmou.

A polícia paraense informou um endereço de Parnaíba onde a menor estaria sendo mantida e uma equipe da Polícia Civil do Piauí foi designada para verificar a denúncia in loco.

O delegado afirmou que foram feitas diversas buscas para encontrar a proprietária do local onde a adolescente estava, mas que a polícia não obteve sucesso em encontrá-la. No entanto, em uma operação para investigar crimes contra o patrimônio, foi constatado indício de furto de energia na casa noturna e o companheiro da suspeita foi preso, levando ela a comparecer na Central de Flagrantes, onde foi presa. 

“É costume dessas casas noturnas conseguir menores ou até pessoas adultas de outras cidades. Chegando aqui, essas menores são agraciadas com alguns bens materiais – celulares, roupas, perfumes – gerando uma dívida com a proprietária e ficando impedidas de voltarem para suas residências, em seus respectivos estados, porque tem uma dívida, sendo praticamente mantidas em cárcere privado e ficam praticando a prostituição naqueles ambientes”, disse.

A suspeita foi encaminhada para o Instituto de Medicina Legal - IML para realizar o exame de corpo de delito. Ela mesma foi autuada pelos crimes de cárcere privado, prostituição de menores e roubo de energia.

Comentários

  1. A segurança fez o melhor agora vai servir de ensempro pra família cuidar onde o filhos andam parabéns pelo a segurança admiro muito a segurança do Pará. Parabéns mais uma vez

    ResponderExcluir
  2. Muito bom o comentário e a reportagem,nota 10!!!!

    ResponderExcluir

Postar um comentário