Pular para o conteúdo principal

Propaganda eleitoral gratuita no rádio e na TV começa nesta sexta (9)

Horário eleitoral nas Eleições 2020 tem novo formato. Resolução do TSE define o que pode e o que não pode ser feito na propaganda dos candidatos

Imagem meramente ilustrativa. - Google.
Começa nesta sexta-feira (9) a propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão, dos candidatos que concorrem nas Eleições Municipais 2020. O horário eleitoral relativo ao primeiro turno segue até o dia 12 de novembro. O prazo está determinado na Lei nº 9.504/1997, artigo 47, caput, e artigo 51.

A propaganda em bloco, que, desde as Eleições de 2016, é apenas para os candidatos ao cargo de prefeito, será veiculada de segunda a sábado. Na rádio, os horários serão das 7h às 7h10 e das 12h às 12h10. Na televisão, os programas serão exibidos das 13h às 13h10 e das 20h30 às 20h40.

Além do horário eleitoral gratuito, há a reserva de 70 minutos diários, inclusive aos domingos, para a propaganda de candidatos em inserções de 30 e 60 segundos durante a programação, sendo 60% do tempo diário (42 minutos) para os candidatos ao cargo de prefeito e 40% (28 minutos) para os candidatos ao cargo de vereador, conforme determinado pela Lei nº 9.504/1997, artigo 51, caput.

As inserções podem ocorrer das 5h à 0h, conforme as regras do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A divisão do tempo para cada partido em 2020 é feita com base em um cálculo da representação da sigla no Congresso Nacional, prevista na Resolução do TSE nº 23.610/2019. Do total, 10% são divididos igualmente entre os partidos e coligações e 90% são divididos proporcionalmente ao número de representantes na Câmara dos Deputados. No caso de coligação, leva-se em conta o resultado da soma do número de representantes dos seis maiores partidos.

O acesso gratuito dos partidos à rádio e à TV foi garantido pela Constituição de 1988.

Recursos e proibições

A Resolução 23.610/2019 determina que a propaganda eleitoral gratuita na televisão deverá utilizar, entre outros recursos, subtitulação por meio de legenda oculta, janela com intérprete de linguagem de Libras e audiodescrição, sob responsabilidade dos partidos e das coligações.

A lei proíbe a veiculação de propaganda que possa degradar ou ridicularizar candidatos, sujeitando-se o partido ou a coligação que cometeu infração a perda do direito à veiculação de propaganda no horário eleitoral gratuito do dia seguinte ao da decisão.

Além disso, a reiteração de uma conduta que já tenha sido punida pela Justiça Eleitoral poderá resultar na suspensão temporária da participação do partido ou da coligação no programa eleitoral gratuito.

Não será permitido nenhum tipo de propaganda política paga na rádio e na televisão, conforme determinado pela Lei nº 9.504/1997, art. 36, § 2º.

Entrevistas e pesquisas

No horário eleitoral, será permitida a veiculação de entrevistas com candidato e de cenas externas nas quais ele, pessoalmente, divulgue as realizações de governo ou da administração pública, falhas administrativas e deficiências verificadas em obras e serviços públicos em geral, bem como atos parlamentares e debates legislativos.

No entanto, a legislação proíbe ao partido, à coligação ou ao candidato transmitir, na propaganda eleitoral gratuita, ainda que sob a forma de entrevista jornalística, imagens de realização de pesquisa ou qualquer outro tipo de consulta popular de natureza eleitoral em que seja possível identificar o entrevistado.

Quanto à divulgação de pesquisas no horário eleitoral gratuito, a legislação determina que devem ser informados, com clareza, o período de sua realização e a margem de erro. A lei não obriga a menção aos concorrentes, desde que o modo de apresentação dos resultados não induza o eleitor a erro quanto ao desempenho do candidato em relação aos demais.

Acesse a Resolução nº 23.610/2019 para conferir as regras sobre propaganda eleitoral, utilização e geração do horário gratuito, além de condutas ilícitas na campanha eleitoral.
Com informações: Tribunal Superior Eleitoral (TSE).
Edição: Eduardo Machado/In Foco.

Comentários

Postagens mais visitadas deste site.

Casa Freitas anuncia loja em Parnaíba e já está recebendo currículo

A Casa Freitas se juntará a outros grandes empreendimentos que chegaram recentemente na cidadeA Casa Freitas, uma loja de departamentos que oferece a mais completa variedade de produtos para os seus clientes anuncia sua instalação em Parnaíba. O município mesmo em meio a uma pandemia, segue mostrando sua força no norte do Piauí e numa região que abrande vários municípios do Maranhão e Ceará. Fundada em 1959, a empresa abrirá uma filial na cidade, contribuindo para mais geração de emprego e renda. A empresa que conta com cerca de 20 lojas distribuídas em três estados nordestinos e um nortista oferece mais de 50 mil itens em utilidades para o lar, decoração e brinquedos. A proximidade aos consumidores, lojas amplas e climatizadas e a facilidade de pagamento são fatores que impactam na permanência da Casa Freitas como representante do segmento. A Casa Freitas se juntará a outros grandes empreendimentos que chegaram recentemente na cidade, como Assaí Atacadista, Mix Atacarejo, Drogaria Drog…

Jornalista Kairo Amaral será homenageado com nome de rua na cidade de Parnaíba

A propositura é de autoria do vereador Carlson Pessoa (DEM)O competente e saudoso jornalista Kairo Amaral Rezende terá seu nome eternizado. Uma rua na cidade de Parnaíba será rebatizada com seu nome, a homenagem ao jovem comunicador que faleceu no dia 17 de setembro, vítima de câncer, foi solicitada pelo vereador Carlson Pessoa, por meio do Projeto de Lei Nº 4.651/2020. Veja também:Familiares, amigos e fãs se despedem do jornalista piauiense Kairo Amaral

Além de Kairo Amaral, outros entes queridos darão novas denominações a logradouros públicos, são eles: ex-vereador Francisco de Paula Evangelista de Carvalho; ex-vereador Custódio Freire; ex-vereador Higino Gomes de Aguiar; Antônia de Carvalho Costa, e o professor Paulo Meirelles Melo. Familiares e representantes dos ilustres parnaibanos a serem homenageados reuniram-se na manhã da última quinta-feira (22) no gabinete do prefeito "Mão Santa" (DEM), que sancionou seis Projetos de Lei (PLs), denominando com nomes de rua, ilustre…

Foragido da justiça do Rio de Janeiro é preso pela PRF na cidade de Parnaíba

O homem de 43 anos de idade possuía um mandado de prisão expedido em 06/03/2020 A Polícia Rodoviária Federal (PRF) deu cumprimento a mais um mandado de prisão e prendeu um foragido da justiça do estado do Rio de Janeiro. O homem de 43 anos de idade tinha contra si um mandado de prisão, expedido pelo Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro em razão de pensão alimentícia.
O flagrante foi registrado durante fiscalização na tarde de ontem (21/10) na BR 343, na cidade de Parnaíba, ao abordarem o veículo JEEP/RENEGADE 1.8 AT, para verificação. Após conferirem a documentação, os policiais constataram através de pesquisa nos sistemas que o condutor do veículo possuía em seu desfavor um mandado de prisão em aberto.
Diante dos fatos, o homem foi detido e encaminhado à Central de Flagrantes na cidade de Parnaíba para a adoção das medidas cabíveis e cumprimento do mandado. Com informações: PRF-PI. Edição: Eduardo Machado/In Foco.

Condutor embriagado é preso pela PRF na BR 343 em Parnaíba

Ao ser submetido ao etilômetro, o homem testou positivo para embriaguez alcoólica Policiais Rodoviários Federais efetuaram, na noite de ontem (20/10), a prisão de um homem de 33 anos de idade, pelo crime de conduzir veículo, com capacidade psicomotora alterada em razão da influência de álcool. A ação foi desencadeada após uma abordagem na rodovia BR 343 na cidade de Parnaíba.
Os policiais realizavam fiscalização de rotina quando receberam informações de que o condutor de um veículo estaria embriagado e transitando em zigue-zague. Os policiais flagraram o condutor transitando de forma desorientada. Ao abordá-lo, o homem apresentava sinais de ingestão de bebida alcoólica. Os policiais realizaram o teste de alcoolemia, resultando o índice de 1,01 miligramas de álcool por litro de ar expelido pelos pulmões.
Os policiais verificaram também que o veículo possuía inúmeros débitos de licenciamento perante o DETRAN/PI.
Diante dessa situação, os policiais conduziram o homem até a Central de Flagran…

Decreto proíbe o consumo de bebida alcoólica em vias públicas, no Piauí

Governo do Piauí reforça medidas para controle do novo coronavírus O governador Wellington Dias anunciou, na noite desta quarta-feira (21/10), medidas estabelecidas em decreto, a serem adotadas para reduzir a transmissibilidade do novo coronavírus no estado do Piauí. Forças de segurança, vigilância sanitária e equipes de saúde serão convocadas para intensificar a fiscalização das restrições estabelecidas nos planos específicos de retomada das atividades, além de promover a testagem da população.
Confira aqui o decreto nº 19.278
As polícias Militar e Civil voltarão a fiscalizar a exigência do uso da máscara, álcool em gel e o distanciamento nas ruas e dentro de estabelecimentos. Nas casas de eventos será observada também a capacidade de ocupação.
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) e demais órgãos fiscalizadores de trânsito devem intensificar as blitzes e a testagem dos condutores com etilômetro. Existe uma preocupação com a crescente demanda de leitos hospitalares por acidentados no trânsi…