Pular para o conteúdo principal

Convenções partidárias podem ser realizadas a partir desta segunda-feira (31)

Legendas têm até dia 16 de setembro para oficializar candidatos a prefeito, vice-prefeito e vereador

Imagem meramente ilustrativa. - Google.

As convenções partidárias para as eleições municipais de novembro já podem ser realizadas a partir desta segunda-feira (31). O prazo para definir os candidatos aos cargos de prefeito, vice-prefeito e vereador vai até o dia 16 de setembro, respeitando o novo calendário eleitoral prorrogado pela Emenda Constitucional 107/2020, em decorrência da pandemia de Covid-19.

Convenções partidárias são reuniões realizadas por partidos políticos, em que filiados e filiadas, com direito a voto, na forma do estatuto, escolhem os candidatos e candidatas que disputarão o pleito. Também é neste momento que o partido decide se vai participar da eleição majoritária (prefeitos e vice-prefeitos), proporcional (vereadores), ou ambas; sorteia os números com os quais os candidatos irão concorrer; entre outras decisões. Portanto, a convenção é uma das etapas mais relevantes do processo eleitoral.

A grande novidade para as eleições 2020 é que vários procedimentos - da convenção partidária ao registro das candidaturas - podem ser online, como forma de atender às recomendações médicas e sanitárias. Além da convenção virtual, será possível digitar a ata, registrar lista de presença, fazer cadastro dos candidatos e encaminhar tudo pela internet para a Justiça Eleitoral. O formato virtual também poderá ser adotado para a definição dos critérios de distribuição dos recursos do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC). As legendas devem garantir ampla publicidade, a todos os seus filiados, das datas e medidas que serão adotadas.

As agremiações terão autonomia para utilizar as ferramentas tecnológicas que entenderem  ser mais adequadas para as convenções virtuais, desde que obedeçam aos prazos aplicáveis nas Eleições 2020 e às regras gerais da Lei nº 9.504/1997 (Lei das Eleições) e da Resolução TSE nº 23.609/2019, com as adaptações previstas quanto à abertura do livro-ata, registro de dados, lista de presença e respectivas assinaturas.

O Tribunal Superior Eleitoral elaborou materiais informativos para garantir a realização das convenções partidárias com segurança tanto para os servidores da Justiça Eleitoral, quanto para os membros dos partidos.


Ata

A Justiça Eleitoral definiu as formas de compatibilizar a realização das convenções por meio virtual com as exigências legais e regulamentares que permitem validar a veracidade das informações inseridas nas atas.

A Resolução TSE nº 23.623/2019 estabelece, entre outros pontos, que o módulo externo do Sistema de Candidaturas (CANDex) funcionará como livro-ata da convenção virtual, registrando-se diretamente na ferramenta as informações relativas à ata e à lista dos presentes.

Nesse modelo, a rubrica da Justiça Eleitoral é suprida pela cadeia de verificações de segurança do Sistema Candidaturas (Cand), que o torna capaz de reconhecer a autenticidade de quaisquer dados digitados no seu módulo externo e o usuário que os transmitiu. O partido que já dispõe de livro aberto e rubricado pela Justiça Eleitoral pode, a seu critério, utilizá-lo para registrar a ata da convenção e a lista de presença. As informações serão posteriormente inseridas no sistema CANDex.

Lista de presença

A lista de presença poderá ser registrada por diversos meios: assinatura eletrônica, registro de áudio e vídeo, coleta presencial, ou qualquer outro mecanismo que possibilite a efetiva identificação dos participantes e sua anuência com o conteúdo da ata. No caso da coleta presencial, devem ser observadas as leis e as regras sanitárias previstas na respectiva localidade.

Posteriormente, as atas serão publicadas no Portal do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), no sistema de Divulgação de Candidaturas e Contas Eleitorais (DivulgaCandContas), conforme determinado pela Resolução nº 23.609/2019.

A ata e a lista de presentes deverão ser remetidas pelo Candex até 24 horas depois da convenção, e o partido deve conservar uma via da ata junto com a lista assinada pelos convencionais.

Antecedência

Realizar as convenções nos primeiros dias do início do prazo pode ser um fator facilitador para a organização dos partidos, já que após a convenção e o envio da ata, as agremiações já podem gerar e encaminhar o pedido de registro dos candidatos à Justiça Eleitoral.

O próprio presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, já ressaltou a necessidade de partidos e candidatos não deixarem para a última hora a apresentação dos requerimentos de registro de candidatura, cuja data-limite é o dia 26 de setembro, uma vez que a sobrecarga nos dois últimos dias pode gerar transtornos e impedir o envio pela internet.

A entrega da documentação pela internet expira às 8h do dia 26 de setembro. Após esse horário, a entrega terá que ser presencial e agendada, exigindo deslocamento ao cartório e os devidos cuidados sanitários. O agendamento para atendimento presencial será feito pelos meios informados por cada TRE e cartórios eleitorais, e estará disponível das 8h30 às 19h. O atendimento será marcado conforme a ordem de chegada dos pedidos - o interessado não poderá escolher o horário.

Depois de receber os requerimentos, a Justiça Eleitoral valida a documentação e a encaminha à Receita Federal para emitir o CNPJ. Tendo CNPJ e o registro, os candidatos já podem abrir conta corrente da campanha e estão aptos para iniciar a arrecadação de recursos após o dia 26 de setembro.

Fonte: Tribunal Superior Eleitoral (TSE).
Edição: In Foco.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS VISITADAS NA ÚLTIMA SEMANA

Polícia Civil deflagra Operação Contraordem II e prende pessoas em Parnaíba

A operação teve como foco o combate à criminalidade organizada violenta Por Eduardo Machado, In Foco. 17h01 A Polícia Civil do estado do Piauí, em ação conjunta com o Ministério Público, deflagrou na manhã desta terça-feira (15/06), a Operação Contraordem II. A operação teve como foco o combate à criminalidade organizada violenta. Equipes de várias unidades da Polícia Civil estiveram em diligências para dar cumprimento a trinta e quatro (34) mandados de prisão preventiva e diversos mandados de busca e apreensão nas cidades de Teresina, Amarante, Campo Maior e Parnaíba, no Piauí, além da cidade de Timon, no Maranhão. A Operação Contraordem II contou com o apoio da Secretaria de Justiça do Piauí e Polícia Civil de Timon (MA). Em Parnaíba, a operação contou com apoio da Delegacia de Combate a Homicídios, Tráfico de Drogas e Latrocínio (DHTL), que prendeu dois (02) indivíduos em cumprimento a mandado de prsião e dois (02) em flagrante por tráfico de drogas. Fotos: Divulgação/Polícia Civil.

Em Parnaíba, empresários são presos na BR 343 acusados de apropriação indébita

Os três homens de 56 e 43 anos tentaram passar com o veículo através de uma estrada vicinal desviando da Unidade Operacional da PRF Por Eduardo Machado, In Foco. 19h45. Policiais Rodoviários Federais prenderam na manhã desta terça-feira (15/06) três homens acusados do crime de apropriação indébita. A ação foi desencadeada quando os policiais abordaram o trio na rodovia BR 343 em Parnaíba, litoral do Piauí. Os policiais desconfiaram dos três empresários de 56 e 43 anos que estavam na posse do veículo marca/modelo Volkswagen/Virtus, quando eles tentaram passar pelo desvio da Unidade Operacional da PRF em uma estrada vicinal. Foi detectado que o veículo possuía registro de apropriação indébita datado de 08 de junho de 2021 no estado do Rio de Janeiro. Fotos: Divulgação/PRF. Um dos homens se identificou como responsável pelo veículo que pertence a uma empresa de locação, porém não apresentou contrato de locação do bem. Além disso informou que o veículo havia sido emprestado por um amigo na

Homem é conduzido à delegacia acusado de agredir com facão o próprio tio no litoral do Piauí

Diante dos fatos, acusado e vítima foram conduzidos à delegacia Por Eduardo Machado, In Foco. 08h28. Por volta das 17h15 deste domingo (13/06), a Polícia Militar foi acionada para atender a uma ocorrência de agressão, onde um homem estava armado com um facão agredindo seu próprio tio. O caso ocorreu na Rua Amarante, bairro Atalaia, em Luís Correia, litoral do Piauí. De acordo com informações da Companhia Independente de Policiamento Turístico (CIPTur), os PM's foram acionados via Central de Operações Policiais Militares (Copom), onde a denunciante informava que estava havendo uma briga no endereço citado. Uma guarnição da PM que estava fazendo rondas na região, imediatamente chegou ao local. Segundo a vítima, que é tio do agressor, na manhã de ontem, o seu sobrinho teria agredido-o com arma branca e sendo lesionado em várias partes do corpo. Após a confusão, ele foi procurar atendimento médico. Ao retornar para casa no final da tarde, a vítima foi surpreendida pelo seu sobrinho, e

Após repercussão, 'Seu João Claudino' não constará mais como complemento ao nome Porto das Barcas

O museu do local receberá o nome do empresário que merece todo respeito e admiração pela sua trajetória Por Eduardo Machado, In Foco. 19h49. - última atualização: às 20h43. Entrada de acesso ao Complexo Turístico Porto das Barcas. - Foto: Arquivo/In Foco. Após forte clamor da população parnaibana por meio da Câmara Municipal de Parnaíba, o secretário de cultura do estado do Piauí, o deputado estadual Fábio Novo, anunciou que o nome do Complexo Turístico Porto das Barcas, não constará mais com o nome no complemento do empresário João Fernandes Claudino. O anúncio foi feito no início da tarde desta segunda-feira (14/06). VEJA MATÉRIA RELACIONADA: Fábio Novo fala em Tribuna Livre da CMP sobre complemento ao nome Porto das Barcas. Fábio Novo ressaltou que a decisão foi feita em comum acordo com familiares do empresário, juntamente com os assessores técnicos da Secretaria Estadual de Cultura (Secult) e também com respeito a Câmara Municipal de Parnaíba que ecoou o apelo em nome dos munícipe

Prefeitura de Parnaíba retoma vacinação de público sem comorbidades nesta terça-feira (15)

Será agendada a vacinação de pessoas entre 58 e 59 anos sem comorbidades Por Eduardo Machado, In Foco. 18h47. Imagem meramente ilustrativa. - Foto: Arquivo/In Foco. A Prefeitura de Parnaíba, através da Secretaria Municipal de Saúde, retoma a partir desta terça-feira (15/06), o agendamento para vacinação contra a Covid-19, de pessoas sem comorbidades.  Estará sendo agendada a vacinação de pessoas entre 58 e 59 anos de idade. Para realizar o agendamento é necessário a apresentação de documento de identificação com foto, CPF, cartão do SUS, carteira de vacinação e comprovante de residência. O agendamento pode ser feito em qualquer Unidade Básica de Saúde do Município de Parnaíba, dentro de seu horário de funcionamento.