Pular para o conteúdo principal

Polícia Federal prende jornalista suspeito de atrapalhar investigação de desvio de recursos do Fundeb

Jornalista Tony Trindade foi preso nesta terça-feira (18) e os policiais procuram colher provas e verificar se a investigação da Operação Delivery foi prejudicada

Tony Trindade. - Foto: Google.

O jornalista Tony Trindade foi preso na manhã desta terça-feira (18) durante a Operação Acesso Negado, realizada para combater tentativas de atrapalhar as investigações de uma outra investigação, a Operação Delivery. Esta apurava desvios de recursos públicos da educação da cidade de União. Nesta terça, os policiais ainda farão buscas em cinco endereços em Teresina e Monsenhor Gil.

A Polícia Federal informou que identificou atitudes para obtenção de informações sigilosas, além de investigados tentando combinar depoimentos, e tentativa de intimidação da investigação policial. A PF não especificou como aconteceram as tentativas.

Há ainda cinco mandados de buscas para endereços em Teresina e Monsenhor Gil. Os policiais procuram colher provas que identifiquem as pessoas responsáveis por entregar informações sigilosas sobre investigações, e verificar se a investigação da operação Delivery foi de fato prejudicada. O jornalista teria tentado obter informações sigilosas da investigação.

Os investigados podem responder pelo crime de embaraço a investigação policial de crime praticado por organização criminosa. A pena pode chegar a 8 anos de prisão.

Operação Delivery

PF fez buscas na Prefeitura da cidade de União, no Piauí. — Foto: Divulgação/PF-PI

A Operação Delivery foi deflagrada em maio de 2020, com o objetivo de apurar a suspeita de desvio de recursos públicos da educação destinados ao município. Cinco pessoas foram presas, entre empresários, agentes públicos municipais, um vereador da cidade e incluindo o secretário de educação da cidade de União, Marcone Martins, que foi exonerado pela Prefeitura de União.

De acordo com o inquérito policial, a Secretaria de Educação de União teria adquirido livros escolares em quantidade maior que o número de alunos do município, utilizando verbas do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação) para a contratação de empresas fictícias de Fortaleza, que seriam responsáveis pelo fornecimento fraudulento do material didático.

Ainda segundo a nota, análises da CGU apontaram que os contratos superfaturados utilizados para a obtenção do dinheiro apreendido geraram ao Fundeb prejuízo mínimo de R$ 500 mil.

ASSESSORIA DE IMPRENSA DO JORNALISTA DIVULGA NOTA.

A assessoria de imprensa do jornalista Tony Trindade considera oportuno esclarecer fatos a respeito da Operação "Acesso Negado", deflagrada nesta terça-feira (18) pela Polícia Federal, em Teresina, Monsenhor Gil e União e que resultou na prisão preventiva do jornalista.

Conforme nota divulgada pela própria PF, a operação investiga "atos ilegais de intervenção/embaraçamento" à investigação de desvios de recursos públicos destinados à educação na cidade de União, cabe ressaltar que na qualidade de apresentador de programa de televisão e colunista de jornal, Tony Trindade ao veicular fatos da operação, apenas fez o seu dever de jornalista e formador de opinião.

O mandado de prisão preventiva a título de frear a divulgação de informação soa descabido e desproporcional, uma vez que o jornalista sequer foi ouvido pela autoridade policial antes da condução.

É temoroso ao exercício profissional, que jornalistas sejam presos por relações com suas fontes, relações essas que são asseguras pela própria Constituição Federal.

Tony Trindade coloca-se à disposição das autoridades, certo de que atos ilegais não prosperarão com o aval da justiça.

Assessoria de imprensa.

Reportagem: Andrê Nascimento/G1 PI.
Edição: In Foco.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS VISITADA NA ÚLTIMA SEMANA

Ciclista morre após ser atropelada por caminhão na cidade de Parnaíba

O acidente aconteceu no fim da tarde desta quinta-feira (06) Por Eduardo Machado, In Foco. 18h06. - Última atualização: às 21h39 Foto: Reprodução/WhatsApp. Uma mulher identificada como Eliane Pereira de Carvalho, de 47 anos, morreu após ser atropelada por um veículo de carga pertencente ao Grupo Mateus, por volta das 16h20 desta quinta-feira (06). O caso ocorreu na rotatória do Mirante, na cidade de Parnaíba, litoral do Piauí.  Eliane Pereira de Carvalho (vítima) - Foto: Reprodução/WhatsApp Informações dão conta de que a mulher, que estava andando em uma bicicleta, tentava atravessar a avenida Dep. Pinheiro Machado, quando foi surpreendida pelo caminhão, que a atropelou. A mulher teve a cabeça esmagada pelos pneus traseiros do veículo e morreu no local do acidente. O caminhão era dirigido por um homem de 44 anos de idade - que não teve sua identidade revelada. O caminhoneiro foi submetido ao teste de alcoolemia, resultando negativamente para ingestão de álcool. A Polícia Militar de Par

Ex-presidiário é assassinado a tiros em bar no litoral do Piauí

O local foi isolado pela Polícia Militar para o trabalho da Perícia Criminal. O Instituto de Medicina Legal (IML) foi acionado Por Eduardo Machado, In Foco. 16h15. - Última atualização: às 16h44. Um homem identificado como Francisco José Portela dos Santos, foi assassinado com cerca de 8 (oito) disparos de arma de fogo por volta das 14h desta quarta-feira (05/05). O fato ocorreu em um bar na Comunidade Barro Vermelho, próximo a estrada que dá acesso à Praia da Pedra do Sal, no litoral do Piauí. Francisco José Portela dos Santos (vítima) - Foto: Piauí em Dia. Segundo testemunhas, a vítima estava em sua motocicleta marca/modelo Honda Bros quando foi atingido pelos disparos à queima-roupa. Os criminosos estava em uma motocicleta e se evadiram do local após o crime. De acordo com informações, a vítima já tinha passagens pela justiça e trabalhava como mototaxista na cidade. No entanto, populares relataram que Francisco José Portela ainda era envolvido no mundo do crime e utilizava a profiss

Mãe denuncia que ex desapareceu com as duas filhas do casal, em Jijoca de Jericoacoara

Meninas foram deixadas na casa do pai na última sexta-feira (30) e, desde então, a mãe não conseguiu mais contato com o homem e as garotas Por Eduardo Machado, In Foco. 20h23. - Última atualização: às 21h25. Ana Caroline Gadelha (mãe das crianças) - Foto: Reprodução/Rede social. A Polícia Civil investiga o desaparecimento de duas irmãs, Isabel Gadelha da Silva, de 3 anos e, Alice Gadelha da Silva, de 4 anos, no município de Jijoca de Jericoacoara, no litoral cearense. Segundo a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), o caso foi comunicado a Delegacia Municipal de Jijoca nesta segunda-feira (3). A mãe disse à polícia que o pai das meninas, Pedro Alan Barros da Silva, de 45 anos de idade, sumiu com as duas. Pedro Alan Barros da Silva (pai das crianças) - Foto: G1 CE. Conforme a SSPDS, a polícia realiza buscas e "mais informações serão divulgadas em momento oportuno". Segundo o padastro das crianças, Jefferson Leitão Gadelha, as meninas foram deixadas por ele na

Revólver é apreendido pela PRF com integrantes de facção criminosa na BR 316 no Piauí

A dupla estava em uma motocicleta Yamaha/Factor YBR 125 K Por Eduardo Machado, In Foco. 19h20 Imagem: Divulgação/PRF. Policiais Rodoviários Federais prenderam na manhã desta segunda-feira (03/05) um homem de 19 anos acusado dos crimes de roubo e porte ilegal de arma de fogo e munições e apreenderam um adolescente de 17 anos acusado de ato infracional análogo aos crimes de roubo e dirigir veículo automotor, em via pública, sem a devida permissão para dirigir ou habilitação ou, ainda, se cassado o direito de dirigir, gerando perigo de dano. Os acusados não tiveram suas identidades revelada, e a ação ocorreu na BR 316 na cidade de Teresina. Os policiais desconfiaram da dupla que estava em uma motocicleta Yamaha/Factor YBR 125 K. Ao dar ordem de parada, o condutor empreendeu fuga, sendo necessária a realização de um acompanhamento tático. Após a abordagem foi verificado que o homem, que estava na condição de passageiro, estava armado com um revólver cal. 32 desmuniciado. Continua depois da

Polícia Civil do Ceará localiza crianças desaparecidas em Jijoca de Jericoacoara

As duas crianças estavam desaparecidas desde o último domingo (2) Por Eduardo Machado, In Foco. 19h44. A Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) localizou, nesta quinta-feira (06), as duas crianças que estavam desaparecidas desde o último domingo (2), no município de Jijoca de Jericoacoara. As duas meninas, de 4 e 3 anos, foram localizadas por policiais civis do Ceará, que viajaram até a cidade de Senhor do Bonfim, na Bahia, onde elas estavam com o pai.  MATÉRIA RELACIONADA: Mãe denuncia que ex desapareceu com as duas filhas do casal, em Jijoca de Jericoacoara A ação policial contou com o apoio da Polícia Civil do Estado da Bahia (PCBA). Detalhes do caso foram apresentados em coletiva de imprensa, na tarde desta quinta-feira, na sede da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará (SSPDS/CE). Imagens/Divulgação/PCCE. O pai das crianças foi preso e com ele foram apreendidas duas armas – um revólver calibre 38 e uma pistola calibre 22 – e uma quantia em dinheiro. Pe