Pular para o conteúdo principal

Polícia Federal prende jornalista suspeito de atrapalhar investigação de desvio de recursos do Fundeb

Jornalista Tony Trindade foi preso nesta terça-feira (18) e os policiais procuram colher provas e verificar se a investigação da Operação Delivery foi prejudicada

Tony Trindade. - Foto: Google.

O jornalista Tony Trindade foi preso na manhã desta terça-feira (18) durante a Operação Acesso Negado, realizada para combater tentativas de atrapalhar as investigações de uma outra investigação, a Operação Delivery. Esta apurava desvios de recursos públicos da educação da cidade de União. Nesta terça, os policiais ainda farão buscas em cinco endereços em Teresina e Monsenhor Gil.

A Polícia Federal informou que identificou atitudes para obtenção de informações sigilosas, além de investigados tentando combinar depoimentos, e tentativa de intimidação da investigação policial. A PF não especificou como aconteceram as tentativas.

Há ainda cinco mandados de buscas para endereços em Teresina e Monsenhor Gil. Os policiais procuram colher provas que identifiquem as pessoas responsáveis por entregar informações sigilosas sobre investigações, e verificar se a investigação da operação Delivery foi de fato prejudicada. O jornalista teria tentado obter informações sigilosas da investigação.

Os investigados podem responder pelo crime de embaraço a investigação policial de crime praticado por organização criminosa. A pena pode chegar a 8 anos de prisão.

Operação Delivery

PF fez buscas na Prefeitura da cidade de União, no Piauí. — Foto: Divulgação/PF-PI

A Operação Delivery foi deflagrada em maio de 2020, com o objetivo de apurar a suspeita de desvio de recursos públicos da educação destinados ao município. Cinco pessoas foram presas, entre empresários, agentes públicos municipais, um vereador da cidade e incluindo o secretário de educação da cidade de União, Marcone Martins, que foi exonerado pela Prefeitura de União.

De acordo com o inquérito policial, a Secretaria de Educação de União teria adquirido livros escolares em quantidade maior que o número de alunos do município, utilizando verbas do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação) para a contratação de empresas fictícias de Fortaleza, que seriam responsáveis pelo fornecimento fraudulento do material didático.

Ainda segundo a nota, análises da CGU apontaram que os contratos superfaturados utilizados para a obtenção do dinheiro apreendido geraram ao Fundeb prejuízo mínimo de R$ 500 mil.

ASSESSORIA DE IMPRENSA DO JORNALISTA DIVULGA NOTA.

A assessoria de imprensa do jornalista Tony Trindade considera oportuno esclarecer fatos a respeito da Operação "Acesso Negado", deflagrada nesta terça-feira (18) pela Polícia Federal, em Teresina, Monsenhor Gil e União e que resultou na prisão preventiva do jornalista.

Conforme nota divulgada pela própria PF, a operação investiga "atos ilegais de intervenção/embaraçamento" à investigação de desvios de recursos públicos destinados à educação na cidade de União, cabe ressaltar que na qualidade de apresentador de programa de televisão e colunista de jornal, Tony Trindade ao veicular fatos da operação, apenas fez o seu dever de jornalista e formador de opinião.

O mandado de prisão preventiva a título de frear a divulgação de informação soa descabido e desproporcional, uma vez que o jornalista sequer foi ouvido pela autoridade policial antes da condução.

É temoroso ao exercício profissional, que jornalistas sejam presos por relações com suas fontes, relações essas que são asseguras pela própria Constituição Federal.

Tony Trindade coloca-se à disposição das autoridades, certo de que atos ilegais não prosperarão com o aval da justiça.

Assessoria de imprensa.

Reportagem: Andrê Nascimento/G1 PI.
Edição: In Foco.

Comentários

Postagens mais visitadas deste site.

Com lockdown parcial, veja o que funciona neste fim de semana no Piauí

O governador Wellington Dias decretou medidas mais restritivas até o dia 04 de março, para conter o avanço da covid-19 Por Eduardo Machado, In Foco. / Colaboração: Thais Guimarães, GP1. 08h05. Centro de Parnaíba. - Foto: Google. Na última terça-feira (23) o governador Wellington Dias (PT) assinou decreto determinando novas medidas restritivas em todo o estado até o dia 04 de março, para conter o avanço da covid-19 (coronavírus). Com isso, neste final de semana haverá lockdown parcial em todo o Piauí. MATÉRIA RELACIONADA: Governo do Piauí decreta toque de recolher e lockdown aos finais de semana. De acordo com o decreto, a partir das 00h deste sábado (27) até as 5h da segunda-feira (28) poderão funcionar no estado apenas as atividades essenciais. O governador também decretou toque de recolher todos os dias até o fim do decreto. Assim, das 23h as 5h de cada dia, a pessoa que estiver fora de casa sem justificativa aceitável será autuada pela polícia e pela Vigilância Sanitária. Veja o que

Criança morre afogada após cair dentro de piscina no litoral do Piauí

Segundo o Instituto de Medicina Legal (IML), a família estava almoçando quando a criança conseguiu ir até a piscina, sem ser vista Por Eduardo Machado, In Foco. / Colaboração: Lucas Marreiros, G1 PI. 07h48. Hospital Municipal Nossa Senhora da Conceição, em Luís Correia — Foto: TV Clube Uma criança do sexo masculino, de dois anos de idade, morreu afogada após cair dentro de uma piscina em Luís Correia, litoral do Piauí, neste domingo (28). De acordo com o Instituto de Medicina Legal (IML), o menino e a família estavam em uma casa veraneio quando o acidente aconteceu. Segundo o auxiliar de necropsia Robson Castilho, a família comemorava um aniversário e estava almoçando, quando perdeu a criança de vista. “Quando deram pela falta, que foram procurar, encontraram já na piscina”, disse. A criança chegou a ser levada para o Hospital Municipal Nossa Senhora da Conceição, em Luís Correia, mas não resistiu e foi a óbito.

Polícia Militar reforça fiscalizações nas barreiras sanitárias no litoral do Piauí

As fiscalizações têm por objetivo apoiar a vigilância sanitária em cumprimento ao decreto estadual Por Eduardo Machado, In Foco. 14h30. Nas primeiras horas deste sábado (27), a Polícia Militar do Piauí intensificou o policiamento ostensivo no litoral do Piauí. A operação tem por objetivo apoiar a vigilância sanitária em cumprimento ao decreto estadual, que adotou medidas mais rígidas objetivando manter o isolamento social e impedir aglomerações. VEJA TAMBÉM: Prefeitura de Luís Correia determina fechamento de praias para excursões. Governo do Piauí decreta toque de recolher e lockdown aos finais de semana. Estão sendo feitas fiscalizações em ônibus de excursões com destino ao litoral, sendo proibido conforme decreto municipal de Luís Correia. Policiais Militares da Companhia Independente de Policiamento Turístico (CIPTur), durante este período irão realizar rondas ostensivas em geral, no Centro da cidade e na zona rural de Luís Correia, como também no município de Cajueiro da Praia, inc

Governo do Piauí prorroga decreto e toque de recolher agora vai começar às 22h

A decisão do governador se deu após reunião com membros do Comitê Ampliado de Operações Emergenciais (COE) Por Eduardo Machado, In Foco. / Colaboração: Thais Guimarães e Fábio Wellington, GP1. 19h21. - Última atualização às 19h40 Governador Wellington Dias. - Foto: Google. Após reunião com membros do Comitê Ampliado de Operações Emergenciais (COE) na tarde desta quarta-feira (03), o governador Wellington Dias (PT) decidiu prorrogar, com algumas alterações, o decreto que impõe medidas restritivas em todo o estado como forma de conter o avanço da covid-19 (coronavírus). A nova determinação vale até o dia 15 de março. Matéria relacionada: Governo do Piauí decreta toque de recolher e lockdown aos finais de semana. Continua depois da publicidade. Dentre as principais determinações está o lockdown parcial nos dois próximos finais de semana (06 e 07; 13 e 14 de março), ficando autorizados a funcionar apenas os serviços já determinados no decreto anterior. Uma alteração importante diz respeito

Cartão postal, Árvore Penteada é alvo de vandalismo no litoral do Piauí; vídeo

Vândalos estão cortando as raízes da árvore que é um destino turístico do município de Luís Correia Por Eduardo Machado, In Foco. 08h41. Árvore Penteada, em Luís Correia. - Foto: Reprodução/WhatsApp. A Árvore Penteada, um dos cartões postais naturais mais visitados do litoral do Piauí está sendo alvo de vandalismo, e tendo suas raízes cortadas. O ponto turístico fica situado entre as praias de Coqueiro e Maramar, às margens da PI-116, no município de Luís Correia. As denúncias do crime ambiental já foram encaminhadas à gerente do meio ambiente, Liliana Souza; que juntamente com a secretária de turismo, Marília Passos; e o líder comunitário da região, senhor 'Coré', foram ao local verificar o impacto da ação e adotar as medidas necessárias. Veja vídeo: Visitante grava as raízes cortadas. - Vídeo: Reprodução/WhatsApp. A Prefeitura de Luís Correia, através da Secretaria de Meio Ambiente, tem articulado junto ao Governo do Estado, projetos que tragam maior visibilidade à Árvore Pen