Bandidos perseguem para roubar moto e jovem é baleado no litoral do Piauí; vídeos

Jovem foi socorrido e levado com vida ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos. Segundo a Polícia Militar, suspeitos ainda não foram identificados

Por Eduardo Machado, In Foco. / Colaboração:  Ilanna Serena.
15h16.
Câmeras de monitoramento flagraram a ação.
Um jovem músico de 23 anos, identificado como Renato Junior, morreu nesta sexta-feira (23/07), após ser baleado durante um assalto em Parnaíba, no litoral do Piauí. Câmeras de segurança registraram o crime.
Vítima no asfalto, após ser baleada. - Fotos: Reprodução/WhatsApp.

Renato Junior (vítima). - Foto: rede social.
Nas imagens (veja vídeos abaixo), é possível ver a movimentação no cruzamento das ruas Tabajara e Afonso Pena, no bairro Campos. O crime aconteceu por volta das 23h20 desta quinta-feira (22/07), o jovem aparece em uma moto sendo perseguido por dois homens em outra moto.

De acordo com a capitã Ruthinéa, da Polícia Militar de Parnaíba, o rapaz foi abordado pelos criminosos e tentou fugir, reagindo à tentativa de assalto, o que deu início à perseguição.

Logo após a tentativa de fugir, ele foi atingido por um disparo de arma de fogo na cabeça e caiu no chão. Um dos bandidos desceu da moto onde estava a dupla, pegou a moto de Renato Junior e os dois fugiram. O rapaz ficou caído no chão.

Vídeos: Reprodução/WhatsApp.
Conforme o comandante da PM do município, coronel Antônio Pacífico, o rapaz foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência e conduzido ainda com vida ao Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (HEDA), em Parnaíba. No entanto, morreu na manhã desta sexta no hospital.

Nas redes sociais de Renato Junior, familiares e amigos lamentam o falecimento precoce do jovem. O rapaz, formado em administração e músico, tocava na Igreja do Evangelho Quadrangular.

Em publicação, a instituição também se pronunciou sobre a morte. "Combati o bom combate, terminei a corrida, guardei a fé (2 Timóteo 4:7-8)", diz trecho bíblico que acompanha uma imagem do jovem.

Conforme a polícia, os criminosos ainda não foram identificados. O caso é investigado pela Polícia Civil.

Comentários