Pular para o conteúdo principal

Grupo de artesanato formado por reeducandos de Oeiras é selecionado pela Lei Aldir Blanc

O Grupo é formado por 30 reeducandos, que participam de cursos de artesanatos e microempreendedorismo
Artesanato dos reeducandos da Penitenciária de Oeiras. - Foto: Sejus.
O Grupo Ressocializando com Arte, formado por reeducandos da Penitenciária Regional de Oeiras, será contemplado pela Lei Aldir Blanc (Lei Federal n°14.017/2020), que destina ações emergenciais ao setor cultural, durante o estado de calamidade pública em razão da pandemia do novo coronavírus. A seleção ocorreu através do edital disponibilizado pela Secretaria Municipal da Cultura e Conselho Municipal de Cultura de Oeiras. Será destinado o incentivo no valor de R$ 6 mil.

De acordo com o gerente da unidade penal de Oeiras, Carlos Eduardo, o grupo é formado por 30 reeducandos, que participam de cursos de artesanatos e microempreendedorismo. O recurso será utilizado para manutenção do espaço e compra de materiais para a confecção de peças.

“A participação do grupo de Artesanato da Penitenciária Regional de Oeiras neste projeto é de grande importância, ao passo que reafirmamos nosso compromisso, disposição e responsabilidade com o trabalho de ressocialização voltado a cada reeducando. Pois, o que todos nós esperamos, inclusive o Estado, é que eles retornem ao convívio da sociedade e tenham oportunidade em se inserirem no mercado de trabalho, aumentando a renda e oportunizando melhorias na qualidade de vida para si e para a família. Abandonando, assim, o mundo do crime, e, consequentemente, não retornando para o sistema prisional”, disse.

O Secretário de Justiça, Carlos Edilson, ressalta que ações que promovem o trabalho e a educação dos reeducandos são um dos pilares da atual gestão. “O nosso compromisso é ofertar possibilidades de reinserção social aos nossos internos, através do trabalho e da educação. Acreditamos que gerando oportunidades para que adquiram conhecimento, possam aprender um ofício e utilizar quando saírem do sistema”, afirma o secretário.

Transformação através do trabalho

Garantir o trabalho e capacitação nas unidades penais tem gerado resultados positivos. Além do grupo de artesanato, a unidade penal também oferece cursos voltados para outras áreas de trabalho.

“O processo de ressocialização é um processo possível e necessário. Neste sentido, também oportunizamos, na penitenciária, que eles aprendem outros ofícios. Já oferecemos cursos de panificação, confeitaria, cabeleireiro profissional e marcenaria, para que eles saiam com habilidades que irão trazer melhorias para eles e para a nossa sociedade”, finalizou Carlos Eduardo, gerente da unidade penal de Oeiras.
Edição: Eduardo Machado.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS VISITADA NA ÚLTIMA SEMANA

Comerciante é baleado durante assalto no Bairro São Francisco da Guarita, em Parnaíba

A vítima foi socorrida e encaminhada ao hospital Por Eduardo Machado, In Foco. 22h35 - Última atualização: 30 de abril, às 18h38. Foto: Reprodução/WhatsApp. Por volta das 20h desta quinta-feira (29), um homem identificado pelas iniciais L. N. M., de 62 anos de idade, foi alvejado com um tiro durante um assalto em frente ao seu próprio estabelecimento comercial. O caso ocorreu na Rua Samuel Santos, no Bairro São Francisco da Guarita, em Parnaíba, litoral do Piauí. Segundo informações, a vítima e sua companheira estavam sentados em cadeiras na calçada quando um casal chegou em uma motocicleta. O comerciante levantou imaginando que fossem clientes, com a ação o garupeiro efetuou 2 (dois) disparos, mas somente um atingiu a vítima na região do peito. Os assaltantes ainda conseguiram surrupiar um aparelho celular. Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionada e encaminhou a vítima para o Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (HEDA) onde deverá passar por procediment

Facas são apreendidas e mulher é presa após tentativa de homicídio em Parnaíba

Policias da ROCAM passavam pelo local quando presenciaram a ocorrência Por Eduardo Machado, In Foco. 14h19. Última atualização: às 14h57. Facas apreendidas. Por volta das 9h30 deste domingo (02/05), Policias Militares das Rondas Ostensivas Com Apoio de Motocicletas (ROCAM), do 2º Batalhão de Polícia Militar (BPM), apreenderam 2 (duas) facas e prenderam uma mulher acusada de tentativa de homicídio. O fato ocorreu na Avenida Batista Silva, no Bairro Bebedouro, em Parnaíba, litoral do Piauí. Continua depois da publicidade. Consultor Jequiti: (86) 98181 7779. De acordo com informações da PM, os militares durante deslocamento para o Batalhão de Polícia Militar situado no Conjunto Joaz Souza, nas proximidades da Lagoa do Bebedouro se depararam com a ocorrência em andamento, onde uma mulher havia efetuado cerca de 4 (quatro) golpes de faca em outra mulher. Os policiais prestaram socorro à vítima, que não teve sua identidade revelada. A acusada identificada pelas iniciais de seu nome M.O. de C

Ex-presidiário é assassinado a tiros em bar no litoral do Piauí

O local foi isolado pela Polícia Militar para o trabalho da Perícia Criminal. O Instituto de Medicina Legal (IML) foi acionado Por Eduardo Machado, In Foco. 16h15. - Última atualização: às 16h44. Um homem identificado como Francisco José Portela dos Santos, foi assassinado com cerca de 8 (oito) disparos de arma de fogo por volta das 14h desta quarta-feira (05/05). O fato ocorreu em um bar na Comunidade Barro Vermelho, próximo a estrada que dá acesso à Praia da Pedra do Sal, no litoral do Piauí. Francisco José Portela dos Santos (vítima) - Foto: Piauí em Dia. Segundo testemunhas, a vítima estava em sua motocicleta marca/modelo Honda Bros quando foi atingido pelos disparos à queima-roupa. Os criminosos estava em uma motocicleta e se evadiram do local após o crime. De acordo com informações, a vítima já tinha passagens pela justiça e trabalhava como mototaxista na cidade. No entanto, populares relataram que Francisco José Portela ainda era envolvido no mundo do crime e utilizava a profiss

Revólver é apreendido pela PRF com integrantes de facção criminosa na BR 316 no Piauí

A dupla estava em uma motocicleta Yamaha/Factor YBR 125 K Por Eduardo Machado, In Foco. 19h20 Imagem: Divulgação/PRF. Policiais Rodoviários Federais prenderam na manhã desta segunda-feira (03/05) um homem de 19 anos acusado dos crimes de roubo e porte ilegal de arma de fogo e munições e apreenderam um adolescente de 17 anos acusado de ato infracional análogo aos crimes de roubo e dirigir veículo automotor, em via pública, sem a devida permissão para dirigir ou habilitação ou, ainda, se cassado o direito de dirigir, gerando perigo de dano. Os acusados não tiveram suas identidades revelada, e a ação ocorreu na BR 316 na cidade de Teresina. Os policiais desconfiaram da dupla que estava em uma motocicleta Yamaha/Factor YBR 125 K. Ao dar ordem de parada, o condutor empreendeu fuga, sendo necessária a realização de um acompanhamento tático. Após a abordagem foi verificado que o homem, que estava na condição de passageiro, estava armado com um revólver cal. 32 desmuniciado. Continua depois da

Mãe denuncia que ex desapareceu com as duas filhas do casal, em Jijoca de Jericoacoara

Meninas foram deixadas na casa do pai na última sexta-feira (30) e, desde então, a mãe não conseguiu mais contato com o homem e as garotas Por Eduardo Machado, In Foco. 20h23. - Última atualização: às 21h25. Ana Caroline Gadelha (mãe das crianças) - Foto: Reprodução/Rede social. A Polícia Civil investiga o desaparecimento de duas irmãs, Isabel Gadelha da Silva, de 3 anos e, Alice Gadelha da Silva, de 4 anos, no município de Jijoca de Jericoacoara, no litoral cearense. Segundo a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), o caso foi comunicado a Delegacia Municipal de Jijoca nesta segunda-feira (3). A mãe disse à polícia que o pai das meninas, Pedro Alan Barros da Silva, de 45 anos de idade, sumiu com as duas. Pedro Alan Barros da Silva (pai das crianças) - Foto: G1 CE. Conforme a SSPDS, a polícia realiza buscas e "mais informações serão divulgadas em momento oportuno". Segundo o padastro das crianças, Jefferson Leitão Gadelha, as meninas foram deixadas por ele na