Pular para o conteúdo principal

Fábio Novo fala em Tribuna Livre da CMP sobre complemento ao nome Porto das Barcas

Fábio Novo frisou que a homenagem ao Sr. Claudino não visa agredir a cidade, mas pelo contrário, a intenção é contribuir com o município

Por Eduardo Machado, In Foco.
21h14.
Casarões do Complexo Turístico Porto das Barcas 'Seu João Claudino'. - Foto: Fábio Novo.
O secretário de cultura do estado do Piauí, Fábio Novo, participou do uso da Tribuna Livre em formato home office da Câmara Municipal de Parnaíba, na noite desta quarta-feira (09/06), em atendimento ao requerimento aprovado de Nº 470/2021, de autoria da vereadora Fátima Carmino (PT), a fim de tratar sobre o complemento ao nome do Complexo Porto das Barcas.
Fávio Novo (secretário de cultura do Piauí).
O assunto de grande relevância para a cultura e para o patrimônio da cidade contou com participação bastante significativa da população, dos representantes da cultura, do Instituto Histórico e da Academia de Letras nas redes sociais do Poder Legislativo. Fábio Novo começou sua fala contextualizando a história do início da reforma do Complexo Porto das Barcas.

“Hoje o Complexo Porto das Barcas pertence ao Estado do Piauí e da Secretaria de Cultura, mas em 2015, o Porto das Barcas estava cedido à Associação Comercial de Parnaíba (ACP), por meio de comodato, sendo que a ACP tinha a função de cuidar, portanto, fora da nossa esfera de responsabilidade. Já no ano de 2017, houve várias denúncias. A primeira saiu no portal Oito e Meia da Capital, com o seguinte título: ‘Supostos desvios no uso do complexo Portos das Barcas’. Outra notícia chegou em vários portais dando conta de que o local estava sendo usado para consumo de drogas e como prostíbulo. Então, a partir desse momento iniciamos um processo que culminou no distrato do comodato com Associação Comercial de Parnaíba e assim a Secretaria de Cultura assumiu novamente a função de responsabilidade do Complexo”, relatou.

O secretário declarou que foi acionado imediatamente pelo governador do estado para que realizasse a reforma do Complexo Porto das Barcas. “Contratamos uma especialista em restauração de patrimônio histórico, sendo a mais gabaritada que possui no estado do Piauí, então, o projeto passou pela aprovação do setor de Patrimônio Histórico do Piauí e também pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), por se tratar de uma obra e uma edificação que possui o tombamento estadual e nacional. Iniciamos a obra de 10 mil metros quadrados do Porto das Barcas com três anos de intervenção de recuperação e de restauração”.

De acordo com Fábio Novo, foi feito tudo desde do telhado, instalação elétrica, recolocação de carnaúba no teto para manter o aspecto histórico, colocado a acessibilidade, recuperado as docas para que os barcos pudessem aportar, instalação de um novo píer, sistema de incêndio, recuperação da Praça das Ruínas, iluminação e toda a restauração do Museu do Mar.

“O Museu irá mostrar toda a história da cidade de Parnaíba. Lá vai contar como vive a mulher e o homem do Delta, catador de caranguejo, também as histórias das nossas rendeiras.O museu contará com sala de dança, sala de audiovisual e duas salas de exposições, então o museu vem com uma expectativa nova, que é único no Estado, então dito isso, podemos dizer que foi a maior obra feita no Complexo Porto das Barcas em 300 anos”, comentou.

Fábio Novo frisou que a homenagem ao Sr. Claudino não visa agredir a cidade, mas pelo contrário, a intenção é contribuir com o município.
Entrada de acesso ao Complexo Turístico. - Fotos: Câmara Municipal de Parnaíba.
“Parnaíba nasceu com o dom de acolher e de receber. A agressão existia quando o Porto das Barcas estava em ruínas, isso sim era uma agressão da história e da memória. Nossa ideia é homenagear alguém que contribuiu, então por se tratar de um prédio estadual, por se tratar de um prédio em tombamento nacional, nós achávamos que era justo reconhecer que o maior empregador do estado do Piauí e o maior patrocinador do estado do Piauí pudesse receber essa justa homenagem, nossa ideia não é tirar o nome, mas sim acrescentar com a homenagem ao Senhor João Claudino”, ponderou.

Finalizando as falas iniciais, ele afirmou que está feliz em ter contribuído com Parnaíba e por ter conseguido devolver um Complexo Cultural do Porto das Barcas a altura do que a cidade merece. “Esta obra foi concebida para que qualquer pessoa que chegue à cidade de Parnaíba veja que o município é imponente e bonito e que nós cuidamos desse patrimônio que ele não se perdeu, ele não se ruiu. O Porto das Barcas é hoje um cartão-postal não só para Parnaíba, mas para o Piauí”, ponderou Fábio Novo.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS VISITADAS NA ÚLTIMA SEMANA

Polícia Civil deflagra Operação Contraordem II e prende pessoas em Parnaíba

A operação teve como foco o combate à criminalidade organizada violenta Por Eduardo Machado, In Foco. 17h01 A Polícia Civil do estado do Piauí, em ação conjunta com o Ministério Público, deflagrou na manhã desta terça-feira (15/06), a Operação Contraordem II. A operação teve como foco o combate à criminalidade organizada violenta. Equipes de várias unidades da Polícia Civil estiveram em diligências para dar cumprimento a trinta e quatro (34) mandados de prisão preventiva e diversos mandados de busca e apreensão nas cidades de Teresina, Amarante, Campo Maior e Parnaíba, no Piauí, além da cidade de Timon, no Maranhão. A Operação Contraordem II contou com o apoio da Secretaria de Justiça do Piauí e Polícia Civil de Timon (MA). Em Parnaíba, a operação contou com apoio da Delegacia de Combate a Homicídios, Tráfico de Drogas e Latrocínio (DHTL), que prendeu dois (02) indivíduos em cumprimento a mandado de prsião e dois (02) em flagrante por tráfico de drogas. Fotos: Divulgação/Polícia Civil.

Em Parnaíba, empresários são presos na BR 343 acusados de apropriação indébita

Os três homens de 56 e 43 anos tentaram passar com o veículo através de uma estrada vicinal desviando da Unidade Operacional da PRF Por Eduardo Machado, In Foco. 19h45. Policiais Rodoviários Federais prenderam na manhã desta terça-feira (15/06) três homens acusados do crime de apropriação indébita. A ação foi desencadeada quando os policiais abordaram o trio na rodovia BR 343 em Parnaíba, litoral do Piauí. Os policiais desconfiaram dos três empresários de 56 e 43 anos que estavam na posse do veículo marca/modelo Volkswagen/Virtus, quando eles tentaram passar pelo desvio da Unidade Operacional da PRF em uma estrada vicinal. Foi detectado que o veículo possuía registro de apropriação indébita datado de 08 de junho de 2021 no estado do Rio de Janeiro. Fotos: Divulgação/PRF. Um dos homens se identificou como responsável pelo veículo que pertence a uma empresa de locação, porém não apresentou contrato de locação do bem. Além disso informou que o veículo havia sido emprestado por um amigo na

Homem é conduzido à delegacia acusado de agredir com facão o próprio tio no litoral do Piauí

Diante dos fatos, acusado e vítima foram conduzidos à delegacia Por Eduardo Machado, In Foco. 08h28. Por volta das 17h15 deste domingo (13/06), a Polícia Militar foi acionada para atender a uma ocorrência de agressão, onde um homem estava armado com um facão agredindo seu próprio tio. O caso ocorreu na Rua Amarante, bairro Atalaia, em Luís Correia, litoral do Piauí. De acordo com informações da Companhia Independente de Policiamento Turístico (CIPTur), os PM's foram acionados via Central de Operações Policiais Militares (Copom), onde a denunciante informava que estava havendo uma briga no endereço citado. Uma guarnição da PM que estava fazendo rondas na região, imediatamente chegou ao local. Segundo a vítima, que é tio do agressor, na manhã de ontem, o seu sobrinho teria agredido-o com arma branca e sendo lesionado em várias partes do corpo. Após a confusão, ele foi procurar atendimento médico. Ao retornar para casa no final da tarde, a vítima foi surpreendida pelo seu sobrinho, e

Após repercussão, 'Seu João Claudino' não constará mais como complemento ao nome Porto das Barcas

O museu do local receberá o nome do empresário que merece todo respeito e admiração pela sua trajetória Por Eduardo Machado, In Foco. 19h49. - última atualização: às 20h43. Entrada de acesso ao Complexo Turístico Porto das Barcas. - Foto: Arquivo/In Foco. Após forte clamor da população parnaibana por meio da Câmara Municipal de Parnaíba, o secretário de cultura do estado do Piauí, o deputado estadual Fábio Novo, anunciou que o nome do Complexo Turístico Porto das Barcas, não constará mais com o nome no complemento do empresário João Fernandes Claudino. O anúncio foi feito no início da tarde desta segunda-feira (14/06). VEJA MATÉRIA RELACIONADA: Fábio Novo fala em Tribuna Livre da CMP sobre complemento ao nome Porto das Barcas. Fábio Novo ressaltou que a decisão foi feita em comum acordo com familiares do empresário, juntamente com os assessores técnicos da Secretaria Estadual de Cultura (Secult) e também com respeito a Câmara Municipal de Parnaíba que ecoou o apelo em nome dos munícipe

Jovem sanfoneiro morre após mal súbito no litoral do Piauí

O sanfoneiro Fábio Junior passou mal enquanto cumpria agenda em um evento particular no município do litoral piauiense Por Eduardo Machado, In Foco. / Colaboração: Portal Meio Norte. 16h16. Sanfoneiro Fábio Júnior. - Foto: Reprodução/Instagram. O cantor e sanfoneiro Fábio Júnior, de 24 anos, morreu na madrugada deste sábado (19/06) após sofrer um mal súbito em Luís Correia, litoral do Piauí. O artista estava em agenda artística, cumprindo um show particular na região. De acordo com informações, Fábio começou a passar mal por volta das 3h da madrugada e morreu em seguida. A causa da morte ainda não foi confirmada pelas autoridades. Fãs, amigos e admiradores de Fábio Júnior demonstraram apoio à família e amigos neste momento tão difícil. O jovem era apaixonado pelo instrumento, a sanfona, e também cantava muito bem. Seu estilo era o forró. Fabim, como era conhecido por seu público, postou stories no Instagram momentos antes da tragédia. O artista fazia covers nas redes sociais de músicas